Desperate Housewives: Excelente episódio, temporada foda e o dó pelo “the end” (8X12)

25 de janeiro de 2012 0 Por Endrigo Annyston

Tá começando a dar peninha conforme DH se aproxima do series finale. A produção, cambaleante na temporada anterior, conseguiu se reinventar e, thank´s God, voltou aos bons tempos. Está novamente imperdível.

Esse episódio, aliás, é um dos melhores da temporada e um dos melhores desde o lançamento da produção. Excelente!

Até Renée, quem diria, que eu vivia dizendo não ter função na história começou a se destacar. Antes tarde do que nunca.

A mulher meio que virou um apoio para as mulheres de Wisteria Lane, especialmente para Lynette e, agora, ajudando Bree a reaprender a se gostar.

O que não impede a sua vida de permanecer num caos total, né? Haja vista que foi pedida em casamento mas era apenas por seu dinheiro…

E aquele cabelo black power por conta da Lynette?

E essa não se toca, hein? De cara quando Ben abriu a boca ficou perceptível que Lynette percebeu que fazia a mesma coisa que a ex-mulher do cabeleireiro. E insistiu em bancar a chata.

“No entanto…” rs

O mais emocionante, entretanto, foi a meleca de Susan que culminou em um acerto total. Claudia a procurou e isso acabou rendendo um encontro entre ela e uma emocionada Gabrielle.

Claudia não acreditou e, quem esperava que Marisa entraria ali aos prantos confessando que escondeu da mãe as maldades do padrasto?

A mãe tanto acreditou que ajudou a acobertar Gabrielle:

“Você disse que aquela mancha era de vinho? Melhor se livrar daquilo”

Ainda teve a maior puta do bairro gente.. é mole? Bree?? Really?

Não gosto dessa Bree e, acredito, ela muito menos. Logo as amigas ajudarão no seu rehab.

A dúvida é: se Claudia ajudou a acobertar o assassinato, o que vem por aí? Carlos e cia irão pagar por tudo isso?

#curioso