Dexter: Só o Dexter que salva, né? (5X06)

Posso dizer que estou adorando Dexter, mas não digo aqui Dexter como o nome da série e sim tratando especificamente sobre o personagem de Michael C. Hall

Tirando isso, nada na produção me atrai. Nada mesmo.

Confesso que tenho assistido com o controle remoto em mãos e apresso as partes em que ele não aparece.

E, como disse, também estou gostando bastante de Lumen.

Mesmo tendo conhecido Dexter apenas nessa temporada não pode deixar de notar o quanto ele se identificou com a moça que decidiu se vingar com as próprias mãos.

Agora, não é que ela, depois de ter errado o alvo numa primeira tentativa, estava certa ao querer matar aquele homem? Acho que fosse diferente Dexter iria pra cima dela, por estar fazendo alguma merda, mas ela estava certa sim, o carinha cravou sua própria morte ao usar o celular.

O que eu achei, acima de tudo, é que foi o episódio mais instigante, porque ainda teve o novo alvo de Dexter tentando fugir todo imobilizado.

Vai, quem não ficou vibrando quando Debra e cia se aproximavam e ele corria desesperadamente atrás do cidadão? E a forma que Dexter encontrou para resolver tudo, criando um “crime erótico”? hahaha

Aliás, a cena final entre Dexter e Lumen mostra um pouco disso que eu disse, com os dois desabafando e ele claramente dizendo que vai ajudar em sua vingança.

Antes ela afirmou que a paz que sente agora não irá durar até se livrar dos demais estupradores, ou seja… Dexter!

die, die!



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *