É a hora das TV´s repensarem o formato dos programas

Sou um dos Admiradores de Hebe Camargo, em meu extinto blog de televisão Zoom, comentei o quanto foi digna a volta da apresentadora a televisão, prestigiada por uma platéia renomada, mas ao mesmo tempo declarei que sabia que aquele seria o único programa interessante do ano e ponto.

E que me perdoe a Hebe, mas sua atração com aproximadamente 25 anos de casa, passou da hora de ser modificada, o que no inicio surgiu como novidade, se tornou algo “Mais do mesmo” e a audiência apenas refletiu a necessidade de mudança.

Isso não é algo apenas para o programa da Hebe, Serve para o programa do Jô na TV Globo, que desde 2004 cai na audiência, do Casseta e planeta que estreou como algo diferente e após anos se tornou um programa ao meu ponto de vista sem graça. Zorra total é outro que faz hora extra na grade da emissora carioca, e sim a Turma do Didi, que há tempos deixa a desejar em seus roteiros a praça e nossa, do SBT também sofre com a mesmice.

Veja bem não estou falando de “Exterminar” estes programas, apenas de sentar e repensar as possibilidades, estudarem novos caminhos e ideias para os mesmos, inovar, enfim ou o caminho de todos será a queda de audiência se não forem excluídos da grade

Se para programas recentes como CQC, o Pânico na TV, o Legendários, o Show do tom, A liga, Profissão repórter, Hoje em dia e muitos outros existe a necessidade de renovação constante para não perder audiência e mesmo assim é uma batalha diária, ou semanal dependendo da atração, imagina para os mais antigos citados no começo.

Queira ou não a TV é cruel, deu audiência permanece, não deu, Tchau.

Acho que Silvio santos, ainda foi muito digno, em insistir com Hebe Camargo em sua programação e tentar todas as possibilidades possíveis em relação a horário para tentar fazer a atração subir na audiência.

Mas repito o Formato do ‘programa’ da Hebe é que esta cansativo, e tende a caminhar para a queda.

Com todo respeito que tenho a Hebe, mas a situação dela é delicada, Dificilmente ela terá o mesmo espaço no horário nobre na Globo, O Maximo que acredito e que ela fique após o fantástico e mesmo assim com a TV Globo correndo o risco de dar um tiro no pé e entregar um horário de bandeja para a concorrência fazer a festa.

Ou pode ir para a Rede TV! O que eu acredito que seja o mais provável, e ter um horário nobre tal qual tinha no SBT, correndo um serio risco de registrar menos audiência do que o superpop, programa para quem perdeu diversas vezes.

São possibilidades, eu sinceramente, acho que Hebe fez um péssimo negocio, para ela mesma. Para mim é comparável a turma do casseta e planeta querer levarem o mesmo programa para outra rede, sem modificar nada achando que a audiência será melhor.

Quanto ao SBT, A oportunidade de rejuvenescer e buscar novas possibilidades está lançada.

* do internauta Marcos Sousa



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *