E não é que a Clô está ficando interessante?

Adicionar legenda

Tenho dificuldades com a Clô, de Passione. Desde a estreia acho que Irene Ravache não encontrou o tom da personagem, que está caricata demais.

E estamos falando de Irene Ravache.

Porém, agora vejo que mesmo “errando” ela acabou acertando.

Há alguns capítulos comecei a me divertir com a personagem e aceitá-la como é.

Tem como não rir de tão inocente criatura que cai nas armações de Jaqueline fácil, fácil?

E acho, acima de tudo, que meu olhar mudou especialmente após o jantar na casa de Bete Gouvêia. Agora ela abre a boca e desato a rir.

Idem para Gemma aprontando ontem com a Clara, na maior cara de pau.

E hoje tem os desdobramentos do pós acidente de Gérson, e acho que estamos próximos de descobrir seu segredo. O que foi aquilo com o computador? Eita…

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*