E o quanto Ana Furtado se esforça pra ser bizarra?

Nunca vi o SuperStar, nem tenho curiosidade. Mas ontem me deparei com uma crítica da Veja sobre a participação de Ana Furtado.
Depois de Susana Vieira, ela conseguiu se destacar. Pela bizarrice.
Ao que parece, queria aparecer mais que a banda que estava se apresentando. E conseguiu.
O que essa moça pensa da vida?
Ela exagera mil vezes no exagero. Quer ser simpática e força a barra num nível absurdo.
Eu tenho a impressão que, quase 20 anos depois, ela continua interpretando a Drica da Caça Talentos.
Com um diferencial: a Drica era legal.
Aí a gente se pergunta: venceu pelo talento ou… por ser a mulher do diretor????

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*