Eliana e a luta de todo domingo

Um dos questionamentos que foram feitos na exibição do Troféu Imprensa ontem (28/04), foi o de quando o artista é maior que seu programa, tornando-se mais atrativo do que o que vem sendo apresentado. Citado como exemplo, tivemos Rodrigo Faro com o seu “O Melhor do Brasil”, programa que só vale a pena acompanhar única e exclusivamente pelo carisma do apresentador. O mesmo não podemos dizer de Eliana e seu programa, que finalmente venceu o Gugu depois de algumas semanas perdendo para a história do anão.

Desde que retornou ao SBT, talvez o seu programa junto ao de Fátima Bernardes sejam os que mais foram se modificando para tentar trazer o público pra si. Certamente o da Globo consegue ser mais completo, interagir mais devido ao alto investimento da produção e ser um “além de entreter”, ele informa e de certa forma educa também, mesmo que não de maneira direta, é introduzindo em meio ao que é exibido as informações, não se tornando chato e monótono. Eliana ás vezes traz reportagens com informações que sim, são também úteis, mas já disse e defende que o objetivo de seu programa é puro e simplesmente entretenimento.

O quadro “Rola ou Enrola” garante boas risadas, “Família Pede Socorro” emociona e consegue aquela sensação de algo ao qual temos ou já tivemos contato, afinal qual família não passa por desentendimentos ou qualquer tipo de atrito, seja nossa ou de alguém próximo? Outros quadros também como “Rede da Fama”, “O Peso Certo” e agora a volta do “Beleza Revelada” também tem seus atrativos e está obtendo bons resultados.

O “Programa Eliana” não quer nada mais que apenas entreter a família toda. Seja puxando pela ciência para as crianças, ou os pais e até mesmo adolescentes com casos familiares, o público jovem com os solteiros a procura de alguém, enfim, existe uma variedade e a busca por um bom resultado. No momento está  conseguindo, vencendo quem durante anos incomodava a Globo e hoje através de assistencialismo ás vezes consegue um bom resultado. Mas nada como um dia após o outro.

* Guilherme Rodrigues

2 thoughts on “Eliana e a luta de todo domingo

  1. Acho o Programa da Eliana muito plastificado e engessado. São poucas vezes que ela se solta, me dá uma sensação de que tudo está muito certinho e bem roteirizado, falta espontaneidade. No domingo a tarde, só assisto o Esquenta e, mais tarde, a reprise do Altas Horas. O restantes dos programas de auditório, passo. Não tenho paciência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *