“Em Família” precisa mesmo de terceira fase?

“Em Família” precisa mesmo de terceira fase?

7 de fevereiro de 2014 3 Por Endrigo Annyston

Sério, por mim não existiria uma Helena madura, e posso até morder a língua quando Julia Lemmertz entrar em cena.
A questão é que, tal qual aconteceu em “Renascer” e “O Rei do Gado”, os momentos inicias da produção estão muito bons, com destaques incríveis.
Nesses primeiros dias, lógico, tem muita gente bem, mas Bruna Marquezine e Juliana Araripe estão roubando a cena. Chica e Helena são um achado, com personalidade forte e são extremamente anos 2000. E digo isso, por a trama se passar nos anos 80.
Além delas, Alice Wegmann, Fernando Rodrigues e Camila Raffanti. Tem muita gente criticando a falta de rostos conhecidos na segunda fase do folhetim, entretanto, ao mesmo tempo cabe ressaltar que não estamos falando de “Além do Horizonte”.
Se de um lado os novatos foram em parte culpados pela não aceitação da novela das sete, o mesmo não se pode dizer de “Em Família”, onde esse pessoal tem se destacado pelo empenho em cena e, principalmente, por terem entrado com tudo no universo de Maneco.
A segunda fase está chegando ao fim, e já sinto peninha por isso.
Viram a chamada do capítulo de hoje? SUPER PROMETE!