Emissoras brasileiras estão acomodadas.

Não é novidade para ninguém o crescimento da guerra pela audiência nos últimos anos, mudanças de posicionamento e incertezas do mercado, enfim aquele papo que todos já estão cansados de saber.

Pois é, mas se você acha que o cenário já este muito disputado, engana-se, a coisa poderia ser pior do ponto de vista dos executivos, e melhor ao ponto de vista do telespectador,.

Se por um lado, Rede Globo, Rede Record, SBT, e Band já sinalizam uma guerra pela audiência, por outro lado emissoras como Rede TV, TV Gazeta, CNT, e até mesmo a TV Cultura parecem estar mais perdidas que cego em tiroteio, atiram para todos os lados e continuam perdidas, acomodadas.

Deixando bem claro que acredito que qualidade é referente a um gosto pessoal de cada um, eu afirmo com toda certeza que estas emissoras, Band, Rede TV, TV Gazeta, CNT e TV Cultura subestimam a capacidade de gerar audiência

Contabilize comigo: Gilberto Barros, Regina Volpato, Ellen Jabour, Daniela Cicarelli, Maria Cândida, Lilian witefibe, Lorena Calábria, Domingos Meirelles e Sérgio malandro.

Todos estão na geladeira, leia-se sem contrato ou sem programa, e por mais que você não goste de um ou de outro pelo seu gosto pessoal é impossível negar que todos tem o seu publico e até mesmo que garantam boa audiência e para estas pequenas emissoras sem dúvida poderia ser a oportunidade para um novo caminho ou até mesmo para entrar na guerra pela audiência.

Lógico, alguns destes, dentro de meu ponto de vista, poderiam certamente mudar o estilo de seus programas se comparados a antigos, mas como apresentadores todos já demonstraram ter capacidade e simpatia.

Deixando eles um pouco de lado, outra vergonha é o abandono com os radialistas, se em décadas passadas o rádio levou grandes nomes de comunicadores a TV hoje elem seguem esquecidos. E existe uma gama enorme de jovens talentos, ou até mesmo profissionais maduros do rádio que com certeza poderia se sair bem na TV, mas seguem esquecidos não por falta de talento e sim de capacidade e visão das emissoras de TV

Certa vez ouvi que tudo parte do pensamento, ele é a força criadora, mas infelizmente alguns executivos de TV preferem pensar pequeno e talvez por isso permaneçam pequenos.

* do internauta Dois Cliques



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *