Encontro consegue ser atrativo nas manhãs

Quando o “Encontro com Fátima Bernardes” estreou, as críticas vieram de todos os lados, e com razão. O programa era frio, não tinha entusiasmo e não prendia. O público, devido a tanto anúncio e barulho por causa da estreia da produção, esperava algo extraordinário, que entraria na história da TV, e vimos mais do mesmo. Alteração na grade da maior emissora do país certamente causaria essa ansiedade pelo que viria, mas infelizmente não tinham conseguido trazer algo bom ao ar. Hoje não podemos dizer isso.

Os dias foram passando e a produção não se acomodou. Correram atrás e foram modificando o programa. Os temas se aproximaram do telespectador, com bastante diálogo e exemplos seja de famosos ou anônimos. Subúrbio, violência, coragem, são alguns exemplos de temas que já foram debatidos. Ás vezes com alguma ligação com a programação do canal, principalmente se houver alguma estreia que se relacione, mas nem sempre. Até mesmo a apresentadora serve como exemplo, se aproximando do público quando conta sobre sua própria vida, casos que passou ou viveu, relacionados a temática..

Virou tendência os programas serem segmentados. Roberto Justus tem o seu “Roberto Justus Mais”, Pedro Bial com o “Na Moral” e agora a Fátima com o “Encontro”. Antes o programa optava por tratar de vários assuntos, acabava deixando o público perdido já que tudo era tratado de forma muito rápida e dava a impressão de ter sido cortado ao meio. Hoje com uma temática diária, consegue esclarecer tudo que é proposto de determinado assunto, não existem dúvidas. Os temas em suma são bem desenvolvidos, alguns muitas vezes mais atraentes, mas sempre com ótima extensão.

Encontro se tornou um programa redondo e gostoso de assistir, dá vontade de saber qual será o próximo tema, quem irá participar e como serão os exemplos. É diferente, feito com muita competência e sem ser agressivo ou sensacionalista para nenhuma das partes.

Se antes muitos comentaristas vieram a público dizer que “se não fosse na emissora que estreou, logo sairia do ar”, hoje podemos ser gratos a isso. O público ganha com tamanho carisma de quem antes nos dava boa noite e hoje nos dá bom dia e deseja uma ótima tarde, já que a manhã já foi deliciosa com um ótimo encontro.

* Guilherme Rodrigues

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *