Encontro e Esquenta vão contra tudo o que pregavam

Não, não vou falar das previsões relacionadas ao desgaste das duas atrações. Aliás, volto a dizer: estou esperando o dia em que o Esquenta vai perder a graça.

O que motiva esse post foi um tweet elogioso que Fatima Bernardes recebeu dias atrás de Lulu Santos. Parabenizou a jornalista pelo programa e destacou o espaço dado a música.

Parei pra pensar e conclui que Lulu está cheio de razão. Há muito tempo pregam que musicais não dão mais certo na TV, não geram audiência. Curioso observar, no entanto, a repercussão e audiência do Encontro às sextas, dia em que Branco Melo faz um passeio pela história da música.

O quadro deu tão certo que é difícil encontrar um dia em que o matinal não tenha um musical.

O mesmo vale para o Esquenta, basicamente todo costurado com canções dos convidados e do elenco fixo, ou seja, será que realmente foi-se o tempo de abrir espaço para cantores ou o que falta é gente que saiba fazer?

Detalhe: também nadando contra a maré, buscam variedade e não focam apenas em quem está fazendo sucesso.

A nota, para os programas, é dez, nota dez!



4 comentários em “Encontro e Esquenta vão contra tudo o que pregavam”

  1. Não acho que o Esquenta perdeu a graça, mas virou lugar comum.
    Regina Casé poderia diversificar bem mais, sair de dentro da casinha, como fez no passado, época do Programa Legal e depois Brasil Legal.
    É duro ter que ouvir um monte de funk de gosto duvidoso para conseguir ver uma entrevista de alguém que tem algo a dizer, e saber que na sequência virá um pagodinho romântico com Arlindo Cruz.
    Já o Encontro mantém aquele formato de bate papo, que faz você se envolver, mas ao mesmo tempo ter sono.
    E quanto ao Branco Melo, não há pioneirismo nenhum em sua coluna, na mesma sexta feira, já no jornal da Globo, Nelson Mota é destaque com o mesmo tema;

  2. O QUE A REGINA VAI EXIBIR NO 'ESQUENTA",SE AGORA TODO MUNDO SÓ QUER SABER DE "SERTANEJO UNIVERSITÁRIO" E 'FUNK'.MAS VCS. ESTÃO ESQUECENDO QUE NO ÚLTIMO PROGRAMAELA LEVOU O dJAVANE E RELEMBROU SEUS MAIORES SUCESSOS.

  3. sim André, Branco não é um pioneiro, mas o Motta tem uma coluna, enquanto o Branco fala sobre o estilo musical e afins e coloca o povo pra cantar quanto tentavam pintar que musicais não davam mais certo na TV

  4. Encontro é um achado na tv brasileira, amo Fátima Bernardes, e acho ela está a altura de substituir ou melhor fazer páreo com Hebe(in memoriam),pq Hebe já passou pro hall das grandes apresentadoras da Tv Brasileira, e acho que hj em dia(concorrencia) ehehe a Fátima é com certeza a nossa Oprah, Agora o outro programa tenho nojo pq Regina Casé exala feiura, e breguice

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *