Esquenta! comemora novidades com festa ao som de Zeca Pagodinho

A partir deste domingo, dia 28, o Esquenta! vai ficar na grade de programação da Globo até o fim de 2013. O programa, que, nos dois anos anteriores, entrou no ar de dezembro a abril, em sistema de temporada, também vai mudar de horário e passará a ser exibido após o ‘Temperatura Máxima’.

A mistura de ritmos, temas, personagens e culturas está na essência da atração comandada por Regina Casé. A apresentadora, que, no decorrer de sua carreira, percorreu o país fazendo de pessoas comuns os seus principais personagens, levou a sua marca para o auditório, promovendo encontros tão genuínos quanto inusitados. Esse é o grande diferencial da atração, segundo o diretor de núcleo, Guel Arraes. “O Esquenta é a perfeita tradução da Regina. Neste programa, ela usa toda a sua experiência de apresentadora e entrevistadora adquirida em trabalhos anteriores e faz, ao mesmo tempo, uma volta às suas origens, que é o teatro. Mistura de auditório, com show, com teatro, o programa é uma festa, mas vai além disso, tratando de assuntos relevantes com emoção e clareza”, define Guel.

Educação, inclusão, integração e diversão. Gente e assuntos distintos juntos e misturados, a cada edição, tornam o Esquenta! um programa único na atualidade. “Como tudo o que essa equipe vem fazendo desde o Programa Legal, o Esquenta vem revelando um Brasil que andava meio invisível na TV”, completa o diretor de núcleo.

“Nós recebemos esse convite da Globo de prolongar o programa desde a primeira temporada. Na segunda, estendemos para quatro meses. Nesta, passaríamos para seis, mas o público gosta do programa e essa decisão se impôs”, comemora Regina Casé. A apresentadora adianta que a permanência nas tardes de domingo permitirá ao programa ampliar ainda mais a gama de assuntos em 2013: “Apesar de sempre ter sido muito diverso, acho que, agora, o programa, sem precisar abandonar a sua base, que é o samba, vai abraçar cada vez mais e mais gêneros musicais, festas e temas do ano todo no calendário. Ou seja: se isso é possível, o Esquenta! vai ter ainda mais diversidade.”

O papel do programa como promotor da integração do público com a cultura popular brasileira despertou o debate entre intelectuais, poetas, músicos e jornalistas. Personalidades como o cantor Caetano Veloso e o antropólogo Roberto Da Matta, que já estiveram no palco da atração, são fãs declarados. “Acho o programa importante, pois é uma coisa nova, muito brasileira. Abre um espaço na televisão para falarmos de coisas importantes dentro deste espírito carnavalesco, em uma situação agradável, onde todo mundo se diverte”, declarou Da Matta, estudioso das paixões nacionais, ao participar do Esquenta! em fevereiro deste ano.

Programa especial celebra a solidariedade e a amizade

Para marcar este momento especial, o programa do próximo domingo, dia 28, celebra a solidariedade e a amizade, em uma festa com as cores do Esquenta!. O figurino e a cenografia, sempre temáticos, desta vez são alusivos ao próprio programa, marcando a comemoração.

O convidado de honra é Zeca Pagodinho, que esteve presente na primeira exibição do programa e é considerado padrinho da atração. Ao lado dele, Regina Casé relembra o exemplo de mobilização comunitária no caso das chuvas que atingiram o distrito de Xerém, em Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro. Em ajuda às vítimas da tragédia, Zeca abriu a própria casa e promoveu um mutirão para apoiar a população. Mas, além dele, muita gente anônima se voluntariou, inclusive de outros Estados do Brasil, e o programa mostra algumas destas pessoas.

Zeca também apresenta canções do álbum “Vida que Segue”, em comemoração aos seus 30 anos de carreira, acompanhado de Monarco, realeza do samba, e dos instrumentistas Yamandu Costa e Hamilton de Holanda.

Como um dos lemas do Esquenta! é o “Xô, preconceito”, o programa deste final de semana também vai tratar da diversidade no quadro Calourão, que terá apresentações de grupos de dança GLS.

Regina Casé ainda convidou o ator Luiz Fernando Guimarães, seu amigo de longa data, para entrar na roda nesta data festiva. A apresentadora e o ator relembram trabalhos que fizeram juntos, como os humorísticos ‘TV Pirata’ e ‘Programa Legal’.

Já MC Catra mostra que também cai no samba, e apresenta seu novo álbum dedicado ao ritmo. Ele também canta em hebraico ao lado do MC Sapinho, que faz sucesso em Israel. Já o Mc Federado e os Leleks colocam todo mundo para dançar o “Passinho do Volante”.

O ‘Esquenta!’ é apresentado por Regina Casé, com direção de núcleo de Guel Arraes. O programa é uma criação de Hermano Vianna e Regina Casé e tem direção geral de Monica Almeida, direção de Daniela Gleiser e redação final de Patricia Andrade, Paula Miller e Gustavo Nogueira. A atração vai ao ar aos domingos, após o ‘Temperatura Máxima’.

Regina Casé, a cara do Brasil

Poucos artistas brasileiros são tão identificados com o Brasil e a periferia como Regina Casé. A apresentadora, que começou a carreira no teatro, queria falar com todas as classes sociais e encontrou na TV o veículo ideal para isso. “Sempre quis me comunicar com todos. O artista não é diferente e nem melhor do que o outro. Sou do povo, da rua”, conta a apresentadora do ‘Esquenta’.

Deixando sua marca também no cinema, em produções como ‘Chuvas de verão’, de Cacá Diegues, e ‘Tudo bem’, de Arnaldo Jabor, e em outras produções da TV como as novelas ‘Guerra dos Sexos’ e Cambalacho’, ela participa, em 1988, de um dos programas mais importantes da história do humor televisivo brasileiro, a ‘TV Pirata’. Com um grande time de autores (Luiz Fernando Veríssimo, Pedro Cardoso, Hubert, Bussunda, Cláudio Manoel, Hélio de La Peña, Beto Silva, Marcelo Madureira, entre outros), apresenta um formato inovador de esquetes. “Depois do TV Pirata, do grupo de estudos e, principalmente, do meu encontro com o Hermano Vianna, que me levou ao encontro de muitas pessoas de universos muito diferentes, comecei a sentir vontade de levar isso para a televisão”, conta Regina, que, ao lado de Luiz Fernando Guimarães, apresentou o ‘Programa Legal’.

Em 1994, Regina tem a oportunidade de viajar o Brasil no programa “Brasil Legal”, buscando pessoas, geralmente ilustres desconhecidos, que revelam, por meio de suas histórias, um país diferente para os brasileiros. Na sequência, em 1998, estreia ‘Muvuca’. Após atuar na novela ‘As Filhas da Mãe’, de Sílvio de Abreu, e estrear o programa ‘Um Pé de Que?’, no Futura, em 2002, se aventura na direção. Ao lado de Fernando Meirelles, dirige o episódio ‘Wólace e João Vitor’, que dá origem ao seriado “Cidade dos Homens”.

No ‘Fantástico’, em 2003, estrela um quadro em que flagra pessoas comuns realizando pequenos desvios de conduta e os interpela de maneira cômica, além de apresentar o projeto ‘Brasil Total’. Em 2006, estreia o especial ‘Central da Periferia’. No ano seguinte, faz uma participação na minissérie, ‘Amazônia: De Galvez a Chico Mendes’, de Glória Perez, e segue com quadros no ‘Fantástico’, apresentando a série de reportagens ‘Minha Periferia é o Mundo’, focada na vida dos grandes centros urbanos. Em 2011, apresenta pela primeira vez o ‘Esquenta’. Atualmente em sua terceira temporada, o programa se consolida na grade da Globo e será exibido aos domingos até o fim de 2013.

One thought on “Esquenta! comemora novidades com festa ao som de Zeca Pagodinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *