Eu quero, e você?

31 de dezembro de 2012 0 Por Endrigo Annyston

Período de final de ano é cansativo. As pessoas vestem uma nova aura, parecem crer que, passado o dia 31 de dezembro, realmente irão viver uma nova vida, que algo mágico vai acontecer.

De repente serão magros, lindos, ricos e poderosos. O dia primeiro chega, e ainda estão nessa vibe, chapados pelas comemorações. No dia 2, no entanto, a realidade chega: nada disso aconteceu e, a menos que batalhem, continuará sendo um desejo irreal. Um sonho que não se concretizará..

E não vai acontecer exatamente porque tratam apenas como sonho.

Mas eu quero, sim, ser melhor não apenas em 2013. Tento fazer o melhor hoje, amanhã vai que eu não esteja aqui? Tantos já se foram assim, no susto.

Ao mesmo tempo em que eu quero ser melhor, gostaria que as pessoas também fossem. Menos falsidade, mentira, inveja, golpes, preconceito, roubalheira, gente que se acha superior aos outros por seu dinheiro, inteligência ou pelo que acredita ter. Nem sempre tem.

Alguns pintam e bordam num grau que, acredito, se esquecem que existe Deus. Se existe um cara, certamente não sou eu, nem você e muito menos o Roberto Carlos.

É Deus, Nele acredito, Nele confio.

Que, com o nosso esforço e, depois, com a benção de Deus, possamos ter um feliz 2013!