Eu tenho pena da Maitê Proença

Ontem fiquei com peninha de Maitê por segurar sozinha as pitangas de sua família em Passione.

Se no post anterior elogiei Leonardo e Aracy, também sobram elogios ao trabalho de Maitê Proença.

No entanto, coitada, só ela se salva na família de Stela: o restante do elenco sobrevive com atuações sofríveis.

Dá uma olhada nessa cena e observe se não dá desgosto:



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *