(fdp): Aqui se Faz, Aqui se Paga (1×10)

O que curto em Juarez é o fato dele não ser tão palerma quanto esperamos e em momentos certos ele faz a coisa que deve ser feita. Adorei ele atiçando a curiosidade de Rui, fazendo o advogado ficar com ciúmes de Manuela e ficar lhe seguindo;

“O que você está fazendo com a Manuela?” – Rui
“Comendo.” – Juarez

A história do sequestro foi bem encaixada e a repercussão na família foi bem dosada, pois tivemos o drama de Vini sozinho na psicóloga e o fato de isso aumentar os problemas de Juarez com Manuela.

Uma pena tudo acabar tão rápido e com a explicação de que os torcedores do Paulicéia, sim, aquele time lá do 1º episódio, no qual Juarez apitou o pênalti duvidoso, só queriam mesmo lhe pregar uma peça.

Rosali e Guzmán formam um casal tão bacana, que temo por um deles até o fim da temporada, mesmo sendo uma comédia, não duvido que tenhamos um drama para apimentar as coisas.

O legal é que os dois aos poucos ajudaram Manuela e Juarez a ficarem mais próximos. A história do corte de cabelo foi bem encaixado na trama, e foi o ponta-pé inicial para o fim do relacionamento entre cliente e advogado.

E o que foi Carvalhosa nesse episódio? Suas frases estavam totalmente inspiradas e cheias de palavrões. Não consigo ver Juarez sem a amizade de Carvalhosa, mas parece que deixaram mesmo Serjão de lado.

Outra coisa que não fez falta foram as cenas envolvendo futebol, que sempre quebrava bastante o clima do episódio. Aqui foi bacana mostrar a vida de “juiz filho da puta” em um dia normal, sem jogo, mas com os problemas do dia-a-dia com os torcedores revoltados.

* Danilo Artimos, editor do Episódios Comentados.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *