(fdp): Chuteira ou Sapatilha? (1×03)

O legal deste episódio foi o foco no estereótipo do machão dentro do esporte, onde Juarez se sentiu ameaçado por conta do desejo do filho e tudo acabou passando a rodar em volta dele acreditar que Vini seria homossexual.

O episódio teve uma pegada leve, mas desta vez senti que os momentos dentro do jogo deixou cair bem a peteca, pois tornou tudo maçante, mesmo que tenha sido para mostrar como os árbitros sofrem quando as coisas não são como os torcedores querem, e acabam fazendo o seu time do coração perder, afinal o time do México jogava por um empate e Juarez anulou o gol do time do Uruguai nos minutos finais.

Olhando os personagens, enquanto Carvalhosa é o mulherengo desajeitado, Serjão sempre foi mais contido, mais amigo e acabou mostrando mais de si neste episódio. Foi impossível não rir com ele acreditando que Juarez estava lhe dando abertura e quando aconteceu o beijo roubado eu ri muito, mas o melhor foi que não levaram para um lado mais escroto e colocaram a amizade dos dois acima de qualquer abordagem mais machista.

“A gente é assim mesmo, gosta de sexo, futebol e piada.” – Serjão

Depois de tudo explicado eu não me contive a cada insinuação de Serjão para Juarez, uma brincadeira saudável que os dois acabaram aprendendo a lidar. Respeito e amizade acima de qualquer coisa.

E o “filho da puta” final veio com Serjão entendendo o medo de Juarez que seu filho fosse homossexual, mas a sapatilha era para a aula de ginástica olímpica que estava fazendo para impressionar uma garota. Vini também teve bons momentos e me arrancou risos enquanto assistia ao jogo que o pai apitava e se alongava.

E Manuela no fim das contas acabou cedendo as investidas do advogado, Rui, mas este a cada instante mostra uma característica negativa de sua personalidade.

Um bom episódio e a série vem fazendo um bom trabalho e cumprindo seu papel. HBO novamente acertando em cheio na escolha de sua produção, e a Prodigo Films acertando na execução.

* Danilo Artimos, editor do Episódios Comentados.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *