Felicidade: Uma novela que sobreviveu ao tempo #curiosidades

9 de outubro de 2012 0 Por Endrigo Annyston

Há duas semanas o Canal Viva trouxe de volta a novela Felicidade, minha favorita de meu autor preferido, Manoel Carlos.

Favorita por ter um significado especial: foi com ela que conheci o autor e passei a admirá-lo. Vi a exibição original e a primeira reprise, no Vale a Pena Ver de Novo.

Tenho lido diversos comentários positivos sobre a história nas redes sociais. Tem feito sucesso!

Felicidade foi exibida originalmente em 1991, ou seja, há 21 anos! Deu tempo de Tatiane Goulart e Eduardo Caldas, hoje Albuquerque, tornarem-se adultos.

A atriz, que interpretou a pequena Bia, segue na TV – e vive choramingando espaço no blog da Patrícia Kogut. Teve, como ultima aparição na TV, participação especial em Aquele Beijo.

Eduardo deixou de atuar, virou roteirista e diretor. Está pra lançar/lançou – Wikipedia não dá maiores detalhes – um CD de rap, tem 28 anos. Sua última participação na TV ocorreu em 1999 em Chiquinha Gonzaga e, como roteirista, trabalhou no Básico, do Multishow.

Marcos Winter, Zé Diogo, teve passagens pelo SBT e Record, mais recentemente em Malhação. Há séculos não tem um personagem de destaque.

Maitê Proença, Tony Ramos, Vivianne Pasmanter, Herson Capri, Laura Cardoso, Othon Bastos, Eliane Giardini, Ana Beatriz Nogueira, Bruno Garcia, Edney Giovenazzi, Milton Gonçalves, Aracy Balabanian, Louise Cardoso, Jandira Martini e Nelson Freitas estão em plena atividade, na Globo.

Stephan Nercessian não tem feito televisão, seu último projeto foi o Dança dos Famosos.

Sebastião Vasconcelos migrou para a Record, no entanto, desde Os Mutantes não é escalado. Está com 85 anos.

Umberto Magnani também é contratado da Record e está no elenco de Balacobaco. Idem para Paulo Figueiredo e Luiz Guilherme.

Esther Góes, 66, não dá as caras desde Bela, a Feia.

Regina Maria Dourado parou um pouco antes, em Caminhos do Coração, 2007. E vivia emendando novelas.

Denise Del Vecchio, Bemvindo Siqueira, Maria Ceiça e Cláudio Gabriel também são da Record.

Cristina Prochaska, 52, tem feito participações especiais. Recentemente fez As Cariocas e As Brasileiras.

Ary Coslov fez Fina Estampa. Idem para Jaime Libovitch.

Jairo Mattos é o Xandão de Avenida Brasil.

Ada Chaseliov foi a Dra Jacobina em Cheias de Charme.

Paulo Carvalho faz Os Caras de Pau.

Sylvia Massari fez A vida da gente.

Maurício Gonçalves participou de Louco Por Elas e esteve em Fina Estampa.

Beatriz Lyra parou em O Profeta, 2006, onde fez uma participação especial. Tem 82 anos.

Rejane Goulart fez Ribeirão do Tempo em 2012. Antes disso, esteve fora do ar desde 1998, em Era Uma Vez.

Clarice Derzié Luz não atua desde Caminho das Índias, 2009.

Tina Ferreira, desde 1998, quando fez Canoa do Bagre. Paulo Leite, desde Malhação em 2005;

Heloísa Raso parou em Anjo de Mim, 1996.

Monique Curi, que faz a Lídia, irmã de Helena, está sumida desde Laços de Família, também de Manoel Carlos, com quem atuou tipo… sempre. Tem previsão de retorno em Salve Jorge, 12 anos após sumir.

Flavia Bonato abandonou a atuação e é uma das apresentadoras do ShopTime! Está na reprise de Da Cor do Pecado, seu último trabalho como atriz!

Atores queridos nos deixaram e a partida mais dolorida foi, sem a menor sombra de dúvidas, a de Ariclê Perez, que preferiu tirar sua vida a continuar entre a gente. Faleceu em 2006 após arrasar em JK. Em Felicidade fez Ametista, uma de suas poucas personagens simplezinhas.

Sandra Bréa faleceu em 2000, vítima de câncer de pulmão e após lutar bravamente contra o HIV.

Miguel Magno estava no ar em Toma La, Dá Cá quando morreu vítima de câncer.

A queridona Yara Cortes faleceu em 2002 aos 81 anos, tinha parado de atuar sete anos antes, em História de Amor, onde fez Dona Olga.

Marly Bueno partiu recentemente, em abril, teve  infecção após uma cirurgia de emergência no intestino. Tinha feito Rei Davi.

Partiram também Benjamin Cattan, Lala Schneider e Castro Gonzaga.