Festa do BBB termina com mão naquilo e aquilo na mão

31 de janeiro de 2010 16 Por Endrigo Annyston

Todo mundo sabe que estou adorando as festas dessa edição do Big Brother Brasil – tirando aquela quarta com aquele cara que nem sei quem é.

Mas adoro, especialmente, as festas de sábado, quando as bandas convidadas fazem um apanhado de músicas bacanas e a alegria da galera.

Ontem foi mais uma noite assim, com música dos anos 70 e várias outras, tendo até Olhar 43, clássico do RPM.

Terminada a apresentação da banda, começaram os bafões. Quer dizer, na verdade começou um pouco antes, em uma DR divertidíssima entre Claudia e Eliéser.

Não pode existir coisa mais fake no mundo. Ele aparentando fazer o que não está com vontade de fazer, e, ela, sabendo disso e querendo cair na gargalhada, tentando segurar a onda com caras e bocas.

A atuação dos dois chega ser pior que a do pessoal da Malhação, parece coisa combinada.

Enfim, a festa… Angélica passou de todos os limites com as “brincadeiras” na espuma. Deixou de ser brincadeira quando ela já estava machucando os outros brother´s e causando desconforto. É forte concorrente para o paredão de hoje.

Michel e Tessália estavam em meio a um fogo sem fim, dando indícios de que a noite seria longa. E foi: terminaram com a mão naquilo, aquilo na mão e etc e tal.

O que eu acho dessa última parte? Bem, vamos deixar a hipocrisia de lado e combinar que, apesar de estarem sendo vigiados, são pessoas normais e não fizeram nada que eu, vocês ou qualquer outra pessoa já não tenha feito?

É o mesmo que quem sai com uma garota de programa, e, depois, quando vê uma na rua grita “galinha” e afins.

Bom, cada um com seu cada um e cada qual com seu cada qual.

Não gosto da Tessália, pois ela é uma mala, mas não a julgarei melhor nem pior por conta do acontecido, contudo, estamos no país onde o que o outro faz é sempre feio ou errado. Então ta!