A final de A Fazenda, Monique Evans e… a Record tá com medinho?

Ontem eu estava crente que assistiria a final de A Fazenda. Não assisti, queria ver meio que torcendo pra Monique, gosto dela.

Sempre que estava zapeando e me deparava com ela na tela parava um pouco por ali e vi diversos desabafos. A Monique é um belo exemplo de pessoa famosa com um grande vazio, a vida não tem sido fácil pra ela, não se sente realizada.

Pessoalmente e profissionalmente.

E eu torcia por ela, pois, diferente das outras duas concorrentes, não vai poder ganhar dinheiro posando nua ou fazendo filme pornô, como já aconteceu com a Raquel.

Posar nua ela até pode, mas não acredito que esteja nos planos de Monique. Por isso o prêmio garantiria sua “aposentadoria”.

E aí que aconteceu o seguinte: no Twitter começaram a falar que ia terminar pra lá de 1h da manhã.

Pensei: nossa, aturar o Brito Jr, que de legal não tem nada, tagarelando até de madrugada? Optei por assistir séries e, coincidentemente, quando parei Brito estava anunciando a vencedora. Fiquei feliz por não ter assistido, afinal, Monique não levou a bolada.

Agora tem um porém: li no Ricco que ano que vem, por conta da Olimpíada, a emissora vai exibir Ídolos e A Fazenda no segundo semestre.

Sabe o que entendi? Medinho.

O Ídolos poderia muito bem ser apresentado no período habitual, mas…

Esse ano O Astro ferrou A Fazenda, né? Ano que vem tem toda a sensualidade de Gabriela… captaram?

Só que eu não vi a Globo dizendo que, como no caso do remake de Janete Clair, virá com Jorge Amado no meio do ano.

Já pensou se optarem por um período mais quentinho do ano, pra combinar com o fuego de Gabriela?
 
A conferir.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *