Flor do Caribe e o arraso que é Laura Cardoso

16 de abril de 2013 3 Por Endrigo Annyston

Tem famosos que são lindíssimos e estão com o corpo em dia. Basta seguir alguns no Instagram para ficar por dentro da nova moda: mostrar a barriga chapada.

Mas aí você liga o televisor às 18h e se depara com Laurinda de Jesus Cardoso Baleroni, a nossa querida Laura Cardoso.

Do alto de seus 85 anos de idade, e os traços fazem questão de mostrar que realmente é essa sua idade, Dona Laura já há algum tempo tem demonstrado dificuldade na fala.

E é aí que eu estabeleço comparação com o que foi dito no início do texto: enquanto uns usam a mídia para promover o corpo, dona Laura Cardoso, que já não precisa mais mostrar nada, segue provando o quanto ainda pode surpreender.

A atriz foi o principal destaque do remake de Gabriela, ano passado e, em tão pouco tempo, volta a chamar a atenção, agora em Flor do Caribe.

No final de semana elogiei a linda cena entre Veridiana e o neto Candinho, que tinha sumido por conta da cabra Ariana.

O moço, devo dizer, não decepciona, mas sua atuação está muito próxima da de Marcos Frota como Tonho da Lua. Impossível evitar comparações.

Nesta segunda ele mandou muito bem quando o personagem foi humilhado por Dionísio. Na sequência, outro show de Laura e Sérgio Mamberti.

“Deus é testemunha que eu preferia enfiar um espinho em cada olho a ter uma visão de sua pessoa” 

Não sei vocês, mas pra mim é um prazer inenarrável quando vejo talentos com a idade deles arrasando na TV.

Quando muitos são subaproveitados e quase não tem falas em produções dramatúrgicas, outros poucos tem boas oportunidades e fazem jus a cada fala que lhes cabem.

Caso deles, de Nicette Bruno e Stênio Garcia em A Vida da Gente, Glória Menezes e Ana Lucia Torre em Louco Por Elas. Pena que dá pra contar no dedo, a maioria faz escada para os novatos.

Enfim, que Deus siga abençoando Sérgio e Laura e que eles possam nos presentear não com a beleza física, tão em evidência hoje em dia, mas com o talento que eles tem de sobra.

Salve, salve!