#FridayNightLights: o exemplo de trama esportiva que falta na televisão brasileira

Em cinco temporadas encerradas recentemente, Friday Night Lights provou ser muito além de que uma simples série adolescente ou uma trama sobre futebol americano. Friday Night Lights comprovou em seus cinco anos se tratar de um seriado sobre pessoas, sobre como o esporte pode ser a maneira mais rápida e proveitosa em se comunicar com a juventude.

A trama conta a dificuldade do treinador Taylor em comandar o melhor time de futebol americano escolar do estado e lidar com a pressão externa e interna. Basicamente, representa a paixão desenfreada de uma pequena cidade na vitoriosa equipe estudantil, nas sextas-feiras com jogos marcadas, a cidade, literalmente, para a fim de acompanhar o maior trunfo municipal. O amor irracional pode ser comparado com a torcida para os infindáveis times brasileiros de futebol, independente da divisão ou colação na tabela.

Friday Night Lights terminou sua trajetória na tv americana sem jamais ser transmitido na televisão aberta brasileira, atualmente, o AXN veicula o programa. A série com temática e aparência teen tem todas as possibilidade para ser assistida e adorada por telespectadores de qualquer idade. Questões polêmicas, superações, dramas, vitórias e derrotas em todos os níveis são facilmente encontradas no seriado.

Nacionalmente, a experiência tramada na série – o futebol americano – serve como excelente ponto de partida para qualquer atração que tente dialogar com a camada mais jovem da população. É estranho que nunca ou ao menos não nos últimos anos, o futebol serviu como pano de fundo para atrações televisivas.

A paixão brasileira é incontrolável pelo esporte e as emissoras usam descaradamente jogos e jogadores para alavancar a audiência, porque não utilizar isso de maneira mais profunda? Pois, o caricato goleiro “Maicon” de Malhação não chega nem perto da profundidade e complexidade de manter um jovem time de futebol.

Friday Night Lights acertou e conseguiu até mesmo reformular seu elenco principal durante as temporadas sem deixar a qualidade decair. Em um mundo tão acostumado a apenas reciclar e reaproveitar idéias ou formatos, Friday Night Lights surge como exemplo a ser explorado e adaptado para a televisão brasileira com totais chances de sucesso e adoção pelo público brasileiro.

*Cristina Possamai, jornalista e autora do blog @CrônicaPopular.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *