‘Globo Cidadania’ e os brasileiros no Haiti

27 de outubro de 2012 0 Por Endrigo Annyston

Neste sábado, dia 27 de outubro, o ‘Globo Cidadania’ encerra a série de reportagens gravadas no Haiti. A repórter Júlia Bandeira, do ‘Ação’, viajou até o país mais pobre das Américas para mostrar o trabalho de brasileiros que se deslocam e mudam de vida para ajudar na reconstrução das regiões devastadas pelo terremoto de 2010.

Com marcas da destruição espalhadas pelo território, o ‘Globo Cidadania’ conta como a ajuda humanitária vem tentando modificar a realidade dos haitianos. O programa acompanha a rotina dos agentes de saúdes que percorrem as ruas de Porto Príncipe, capital do país, e das missionárias brasileiras que realizam trabalhos de combate à fome e de geração de renda.

Além disso, a repórter Júlia Bandeira entrevista Elisabeth Wartchow, coordenadora do projeto de cooperação Tripartite Brasil – Cuba – Haiti que explica as ações desenvolvidas para reestruturar o sistema de saúde do país e fala sobre os projetos de capacitação dos profissionais da área.

Ainda neste sábado, o ‘Globo Educação’ reapresenta matéria que explica como as escolas brasileiras estão se adaptando ao ensino obrigatório da música.

Excepcionalmente neste sábado, por causa da transmissão da Fórmula 1, não haverá exibição do ‘Globo Universidade’, ‘Globo Ecologia’ e ‘Globo Ciência’.

Fazer a diferença na vida das pessoas com temas do dia a dia. Este é o objetivo da temporada 2012 do ‘Globo Cidadania’, fruto da parceria entre a Rede Globo e a Fundação Roberto Marinho. Com apresentação de Sandra Annenberg, o programa reúne nas manhãs de sábado, a partir das 6h05, o ‘Globo Educação’, o ‘Globo Ciência’, o ‘Globo Ecologia’, o ‘Globo Universidade’ e o ‘Ação’. É exibido também à tarde no Canal Futura, nas manhãs de domingo na Globo News e em 115 países pelo canal internacional da Globo. O portal (globocidadania.com.br) traz o conteúdo, na íntegra, e extras dos episódios.