Globo é corajosa ao debochar dos políticos com OBR

21 de janeiro de 2012 0 Por Endrigo Annyston

Mais dois excelentes capítulos após minha crítica publicada na quarta. Primeiro Paulo Ventura foi ferido por motivos políticos e, na sequência, Antonia se destaca enquanto primeira dama ao levar a fundo a investigação sobre a verba destinada à livros com histórias irreais sobre o Brasil.

Nesse meio tempo, ONG´s foram criticadas pois, segundo o que disse Antonia, são organizações não governamentais mas que vivem com dinheiro proveniente do governo. E quantas ONG´s de fachada existem por aí com o único propósito de arrecadar fundos, não?

Acho que O Brado Retumbante com todas essas críticas e a forma clara como está mostrando por meio de uma ficção coisas que a gente está cansado de saber que são reais deve estar irritando muita gente em Brasília.

Só que a gente já está meio que calejado ao ver tudo isso estampando capas de jornais, não? Agora é a vez de toda essa sacanagem virar minissérie. E não estão poupando nada.

Tirando o fato de que políticos como Paulo Ventura, esses sim são quase que irreais, o resto…

E política, vamos combinar? É um assunto bem chatinho, contudo, a pegada de OBR é bem interessante. Após a estreia a produção ganhou agilidade e já entra no ar fazendo a gente nem querer saber da sequência do BBB.

E tipo… como é safado esse Ventura, não aprende! hahaha

Merece um belo par de chifres de Antonia até o final na próxima sexta, hein?

Viram a chamada do próximo capítulo? Ai ai ai, ui ui!