Globo errou na escalação de Rodrigo Bocardi

Globo errou na escalação de Rodrigo Bocardi

25 de julho de 2013 6 Por Endrigo Annyston

Quase três meses após Rodrigo Bocardi ter assumido o matinal “Bom Dia SP” é possível notar que o jornalista segue cru no comando do jornalístico.

O tempo passou e ele ainda demonstra nervosismo, dificuldade em lidar com o movimento das câmeras, confusão ao tentar expressar opinião, enfim, em resumo, a impressão é a de que não houve evolução desde a estreia. Bocardi não tem traquejo para ser âncora.

Isso ficou ainda mais evidente nesta quarta-feira quando ele entrou ao vivo durante o “Globo Notícia” no “Bem Estar”, como repórter. Ele participava da cobertura da chegada do Papa Francisco em Aparecida. Era outra pessoa.

Ali estava o competente repórter que estávamos acostumados a ver no “Jornal Nacional”. Sem nervosismo, preciso. Esbanjando eficiência.

Esse contraste mostra que a Globo errou. Tirou Carla Vilhena que estava muito bem no jornalístico acreditando que um homem traria mais firmeza ao horário e atrairia audiência.

Três meses depois a ausência de Vilhena ainda é notada e Bocardi não agregou pontos ao informativo.

Alguma coisa está errada, não?

* Publicado originalmente em A TV Em Cena