História de Elisa em Justiça é muito bizarra

História de Elisa em Justiça é muito bizarra

17 de setembro de 2016 7 Por Endrigo Annyston
Glória Perez disse, depois das muitas reclamações do público e crítica sobre Salve Jorge, que é preciso saber voar.
Sim, é preciso, mas algumas coisas são muito, muito estranhas. Que grau de perturbação tem uma pessoa que transa com o assassino de sua filha?
Você passa sete anos planejando assassinar uma pessoa, ela sai da cadeia e você se aproxima a ponto de virar madrinha do filho dele, orientadora na faculdade, arrumar um emprego e ainda transar com o cara?!
Sim, Elisa descobriu coisas que não sabia sobre Elisa, mas isso não muda o fato de que ele a assassinou.
Enquanto nós nos questionamos se seríamos capazes de perdoar, Elisa já fez muito mais que isso.
E nem estou dizendo que a história é ruim. É ousada, mas, graças a Deus, acho (e acredito que achamos) essa trama bizarra.