House: É, acho que vai ser bom. Vai? (7X01)

A season finale da temporada anterior teve um beijo apaixonado entre House e Cuddy.

Na season premiere desta sétima temporada eles vão pro quarto de House, fazem amor, passam o dia juntos com direito a troca de carinhos e joguinhos, situação típica na vida de qualquer casal.

Mas qual nossa surpresa quando Wilson aparece e descobre que House está novamente usando seu Vicodin, pirou o cabeção e inventou que namora Cuddy?

Sério, quase cai nessa. Já pensou se fosse tudo mentira? Acho que a gente matava o roteirista – eu mesmo tinha criado inúmeras expectativas para esse ano após o fiasco da temporada anterior.

Tá, mas ainda assim sempre tem aquela história de que “tudo o que é bom dura pouco”.

Sacanagem hein Gregory Hoiuse? Acho que a nossa cara foi a mesma que a de Cuddy.

Quer dizer… depois que a porta foi fechada acho que a expressão de todo mundo era idêntica a de House e Cuddy.

E aí, vai dar certo? M-e-s-m-o? Ele é o House!

A única certeza que tenho é que foram lindas as cenas de amor entre os dois – mesmo com House todo sujo, ensanguentado e provavelmente fedendo. E ainda acordou assim, ou seja, tem que ter MUITO amor. Eca…

E mais alguém achou que Hugh Laurie tá gordinho?

Fora isso, problemas e mais problemas na clínica – adorei o médico pirado e calorento, foi hilário!

Mas e a Treze? Não gostei.

Não leio spoilers, por isso se ela estiver deixando a série não sei, não mesmo.

Só sei que não gostaria, preferia que ela transasse com o Chase – e acho que ele também.

Dúvidas, dúvidas. Muito amor, tensão e … House.

Primeiro episódio excelente e aquela velha torcida para que seja sempre assim. Pois, como já disse… é House!



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *