Hung: Mentira tem perna curta né Ray do pau grande?

Bem infame esse trocadilho, mas, enfim, como se vocês não me conhecessem.

A primeira temporada de Hung terminou com o quase programa ou tremendo mico entre Ray e sua ex. Só não aconteceu porque ele percebeu antes a meleca que ia acontecer e pulou fora.

Porém, mesmo pulando fora tentou entender o que estava rolando com ela – mesmo porque ele mantém a vontade de retomar o casamento.

Ao mesmo tempo os conflitos entre Lenore e Tanya só aumentam, com direito a roubo de casaco e de um cachorrinho. Tipo criancinha, sabe?

E teve ainda uma relação tipo 1,99 com uma matraquenta que não parava de falar… pobre Ray!

Mas a questão mesmo, no final das contas, é que Jess novamente estava precisando de Ray, rolou um abraço afetivo que aparentemente iria culminar numa escapadinha e…

Lenore apareceu. E entendeu tudo.

O que se conclui com isso, logicamente, é que a tendência é a série ficar ainda melhor.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*