Insensato Coração não é Damages e é por isso que Norma é uma tremenda falta de competência dos autores

Eis que o que eu previa aconteceu: assim como Passione, onde Clara virou boazinha, depois voltou a ser vilã, eis que Norma ontem quis mostrar que não era tão pastel quanto parecia.

Como diria Zagallo, e novamente fomos surpreendidos.

Lembram que eu disse que o bom de Damages, o que torna mais instigante a produção, é o joguinho duplo de Ellen Parsons e Patty Hewes?

A gente nunca sabe exatamente o que elas pretendem, é um jogo que existe desde o primeiro episódio.

Só que elas sabem, a gente sabe, os autores, diretores e everybody tem conhecimento disso.

Diferente de Clara e Norma: o público foi enganado e isso é inadmissível.
Essa conversa de Norma com Jandira tinha que ter rolado logo de cara, quando ela aceitou Léo de volta. Tudo faria muito mais sentido.

Tipo “eu amo Léo, quero ficar com ele, mas sei exatamente que ele não vale nada e, portanto, vou continuar alerta”.

É o que eu já falei: só não desisto porque cheguei até aqui e porque Insensato é maior que Norma, caso contrário eu desistiria desse roteiro tosco que tomou conta de uma personagem que poderia ser uma tremenda heroína, mesmo com pinta de vilã.

#normafail

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*