Jornalistas da Rede Globo comemoram Emmy de ‘Jornal Nacional’

28 de setembro de 2011 0 Por Endrigo Annyston

Os jornalistas da Rede Globo que compareceram à cerimônia do International Emmy Awards 2011 na noite de ontem, dia 26, em Nova York, comemoram o prêmio inédito do ‘Jornal Nacional’. O telejornal venceu o prêmio na categoria Notícia deste ano pela cobertura da invasão do Alemão, ocorrida em novembro de 2010,  a maior operação das forças de segurança nacional para retomar o controle daquele grupo de comunidades, então quartel-general dos traficantes de drogas.

“Nos últimos nove anos, o ‘Jornal Nacional’ por sete vezes esteve colocado entre os quatro melhores telejornais do mundo. Isso é uma prova da qualidade da televisão que nós fazemos no Brasil, do telejornalismo que nós fazemos na Rede Globo”, afirma William Bonner, editor-chefe e apresentador do telejornal.

Para Ana Paula Araújo, repórter que participou ativamente daquela cobertura, o prêmio traz um reconhecimento especial para o jornalismo da Globo. “O Emmy é o principal prêmio da TV mundial, o Oscar da televisão. A importância deste prêmio extrapola o ‘Jornal Nacional’. Ganhar o Emmy significa que estamos no caminho certo, o de fazer um jornalismo cada vez mais competente e transparente, respeitado e reconhecido no mundo todo”, comemora Ana Paula.

Mais de 20 repórteres da Rede Globo participaram da cobertura durante o cerco e a tomada da favela. A transmissão de toda a operação, ao vivo, fez o Brasil parar em frente à TV. Fazem parte dessa cobertura as impressionantes imagens da fuga de centenas de traficantes armados feitas pelo Globocop, a descoberta de que traficantes usaram o esgoto para fugir e o espaço dado para que os moradores falassem da sensação de liberdade após a chegada dos policiais. “A cobertura do Complexo do Alemão mostrou como um trabalho que une experiência, competência, equilíbrio, coragem e sofisticação tecnológica pode servir à sociedade. Todos nós que estávamos no front, nas ruas, becos e vielas, ou pelo alto nos helicópteros, ou ainda na retaguarda tão importante da redação, sentimos naquela cobertura que estávamos registrando e participando um momento histórico de transformação da nossa cidade. O Emmy é o reconhecimento mundial desse esforço”, explica o repórter André Luiz Azevedo.

A Rede Globo, que já ganhou o Emmy International três vezes na categoria Entretenimento – em 1981, com ‘A Arca de Noé’, em 1982, com ‘Morte e Vida Severina’ e, em 2009, com ‘Caminho das Índias’ – e o prêmio especial Directorate Awards, recebido por Roberto Marinho, em 1983, pelo “conjunto da obra”, é agora a única emissora brasileira premiada também na categoria Jornalismo.