Lado a lado com o requinte e a qualidade

Chegou ao fim Lado a lado e pelos dados do Ibope a novela foi uma das piores audiências de todos os tempos no horário das seis. A trama estreou em uma época errada, em pleno o horário de verão. Era escura, por se passar entre 1904 e 1910, no decorrer clarearam um pouco a imagem, mas mesmo assim a novela continuou muito escura para o horário. Um outro ponto que pode ter afastado alguns telespectadores do folhetim foi o ritmo calmo da narrativa e por falar em narrativa os autores foram fundo em questões históricas da época, ou seja, a época não foi um mero pano de fundo, mais um ponto que pode ter contribuído para a baixa audiência. Pelo histórico fazem mais sucesso tramas de época como as do Walcyr Carrasco, que apenas usam a época como pano de fundo e ou para dar um charme especial para novela e procuram não aprofundar muito nos acontecimentos do período.

Lado a lado mesmo não sendo considerada sucesso de audiência é um grande sucesso de crítica. Além disso, a novela teve um público fiel e quem a assistiu fez isso com prazer, pois a trama era de encher os olhos. Cada fala, cada olhar dos atores, cada acontecimento nos prendia à frente da tv. Autores, direção, parte técnica, cenografia  tudo impecável. Muitos e eu nos sentíamos lá em pleno Rio de Janeiro do início do século passado tamanho foi o capricho na reconstituição de época. Falar dos destaques nem vou falar porque praticamente todo o elenco brilhou e praticamente todos os atores tiveram oportunidade de mostrar seu talento. E a maioria simplesmente arrasou em cena.

Lado a lado foi ainda uma aula de história e os autores conseguiram debater, com precisão, temas como o racismo e outros que existem até hoje. Ou seja, mesmo sendo de época a trama conseguiu ser atual. Além disso, trouxe ainda uma rica trilha sonora. A novela teve alguns momentos de marasmo, mas nada que comprometesse a obra. Lado a lado terminou de mãos dadas com o requinte e a qualidade e mais, deixando os que a assistiram muito satisfeitos com o que viram e acho que isso é realmente o mais importante, mais importante até que números de audiência. Lado a lado entra para a minha lista particular de grandes novelas. Fico por aqui, um abraço a todos e até a próxima.

* Gilmar Moraes



2 comentários em “Lado a lado com o requinte e a qualidade”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *