Macho Man: Ingrid Guimarães é tipo a mentira que de tanto ser contada vira verdade?

Assisti com curiosidade a estreia da nova temporada de Macho Man. Não gostei da primeira, achei que é uma boa ideia, no entanto, mal executada.

É tudo muito óbvio, OBVIAMENTE não quando se trata de Fréderic (Roney Facchini) e Nikita (Natália Klein), eles sim fazem diferença por ali e, bem, se eu continuo assistindo, tá aí o motivo.

Agora entrou Ingrid Guimarães e, tipo, até que momento de sua carreira ela fará de todas as suas personagens uma nova versão de Leandra Borges? Ela está limitada a essa personagem, não vira o disco.

A impressão que dá é que é tipo aquela história de que uma mentira, de tanto que se conta, vira “verdade”. Mas no caso dela é difícil crer porque… bem, Ingrid não faz a linha modelo linda e maravilhosa.

E não fez diferença como uma modelo linda, maravilhosa e com cabelos sedosos em Macho Man.

O episódio da volta valeu muito mais pelo banheiro sujo de “merdolate” e aquele ex-marido de Fréderic.

De resto, fico com Força Tarefa, pois, insisto, é fodona sempre e como um todo.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *