A mais bela produção televisiva

Já estou sentindo aquele famoso gostinho de saudade. Esse sentimento veio a tona assistindo ao Reviva.

Acho que reprisaram uma edição mais antiga do programa, com a participação do Fabio Assunção. Não sei se era o dessa semana.

Na entrevista, além de Fabio falar desse trabalho que considera um dos melhores da TV, imagens “inéditas” foram exibidas, coisas que ainda virão por aí.

Impossível não se emocionar com uma das cenas entre Fabio e Walmor. Não vou contar o que é, afinal, pode ter alguém assistindo pela primeira vez.

Mas É muito, muito foda. Fico arrepiado só de lembrar.

E já estamos quase chegando nesse momento, quando mais uma tragédia abala a vida dos Maia. Uma ainda pior que a primeira.

Os últimos capítulos, aliás, sensacionais. Carlos Eduardo abandonou Maria Eduarda mas voltou atrás, o amor foi mais forte.

Linda a sequência dessa reaproximação, ao mesmo tempo em que Teodorico mais uma vez conseguia se safar e Dâmaso espalhava pra toda a Lisboa a fofoca sobre a “cocote”.

Termina semana que vem, pena.

Os Maias é única, um dos raros trabalhos televisivos com pinta de obra de arte. É um achado.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*