Mais Você cresce e vive atualmente sua melhor temporada

Lembram que eu vivi uma fase de afastamento do Mais Você? Acho que foi finalzinho do ano passado, início de 2011.

Aí veio Cordel Encantado e eu parei com as reprises do Viva.

Acontece que estive em férias e, quanto acordava mais cedo – raramente – voltei a acompanhar, especialmente por conta do Super Chef que foi um achado em 2011. E fiquei por ali.

Depois de um formato tão rico quanto o reality, sinto que a atração está deixando definitivamente de lado o público feminino e abrindo o leque. Hoje o Mais Você é a verdadeira tradução de revista eletrônica.

Tem o noticiário, debates sobre os assuntos mais polêmicos, um médico próprio, a culinária, o Tem Visita com a Nádia Bochi que é uma delícia.. tá, isso é o que já tinha.

O diferencial: a culinária agora traz convidados como o Luis, um exemplo para os jovens através do “Tem que ir na Ana Maria”, os workshop, o já citado SuperChef.

Agora apostaram em dicas de etiqueta com simulações, um manjado quadro de reforma de um cômodo da casa de um telespectador mas com o diferencial de reaproveitar quase que a totalidade do que tinha por ali e um arquiteto que vai ao estúdio ensinar como é que se faz.

Semana passada, por exemplo, uma mãe mostrou as gravações que fez dos dias que se seguiram após as dicas para aprender a fazer o filho dormir.

E eu tô achando fantástico o que a equipe tem conseguido fazer em apenas uma hora e meia no ar.

Lembram que chamei o novo GNT de revista de 1,99?

Pois é, o Mais Você explora basicamente os mesmos formatos que são superficialmente apresentados pelo canal, contudo, de forma completa.

E tá dando certo pois andei espiando a audiência e estão conseguindo suprir o vácuo deixado pelo Super Chef, os índices continuam bons.

Produção competente é assim, merece reconhecimento!

E tem mais: ontem Ana Maria mostrou uma casa zero bala que foi construída para a produção, lindona. Portanto, os nojinhos que não gostam dela podem continuar apostando no fim do Mais Você, mas não vai rolar tão cedo.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*