Me fez sentir: Gilvan de Insensato Coração #retro2011

28 de janeiro de 2012 0 Por Endrigo Annyston

Um dos méritos de Insensato Coração foi a abordagem da homofobia, em minha visão a melhor já feita em uma telenovela.

O assunto atingiu o climax quando, infelizmente, a barbaridade das ruas foi retratada com um pessoalzinho asqueroso tirando a vida do menino Gilvan.

O ator Miguel Roncato chegou de mansinho no folhetim que já estava em sua reta final, foi crescendo, envolvendo o telespectador e, quando todo mundo simpatizava com o menino, ele foi brutalmente assassinado. Era preciso, é assim que funciona do lado de cá.

Infelizmente é uma conscientização que dura enquanto a telenovela está no ar. Veja: as doações de medula aumentaram enquanto Laços de Família era exibida, tente verificar a situação atual.

Ou seja, são teclas que precisam ser batidas com frequência, para, quem sabe, como a água em pedra dura, acabe furando com tantas batidas.

* Para quem não sabe, quando gosto muito de algo a ponto de me emocionar e me envolver, uso o slogan da Warner Channel e digo que tal coisa “me fez sentir”. Esse é o “Retrô 2011” do Cena Aberta!!