Medium termina bem, depois de tudo

17 de junho de 2010 0 Por Endrigo Annyston

Eu nunca vi uma temporada tão ruim e sem sal de Medium, que já foi uma das minhas séries imperdíveis. Hoje luto para continuar assistindo mesmo com a queda de qualidade e da inspiração dos roteiristas.

Acho que é um perigo produções assim começarem a viver do “mais do mesmo”, como é o caso de Ghost Whisperer que tem uma sequência totalmente previsível.

Medium sempre teve um diferencial e uma pegada diferente ao abordar os diálogos com os mortos e os casos resolvidos a partir disso.

Porém é preciso dizer que a season finale deu um novo fôlego ao mostrar que os roteiristas ainda podem render o esperado.

A experiência de “quase morte” de Alisson e o tanto que essa mulher perturbou a coitada da filha até criou uma dúvida quando ao fato de ela ter morrido ou se era apenas mais um sonho maluco. E era sonho.

Mas é um acerto esse lance de explorar o convívio de Alisson, as meninas e Joe e a sacada de focar como os “poderes” herdados da mãe podem atrapalhar ou criar novos conflitos com os DuBois.

E o que vem por aí?

Espero que mais, bem mais do que vi esse ano. Caso contrário acho que é o momento de pensar em um ponto final!