Muito Mais, Cena Abera: Cadê a coerência que estava aqui?

O CENAABERTA tem suas opiniões, seu lado e seus valores definidos naquilo que diz respeito ao mundo televisivo. Por ser um site de opinião não dá pra se cobrar imparcialidade no trato com os fatos. Mas dá sim, pra se cobrar uma certa coerencia e até certo ponto, um compromisso maior por princípios pré-estabelecidos. Ao assunto.

Na semana passada eu havia chamado a atenção para um fato curioso, a saber: O tratamento dado ao apresentador Datena em duas ocasiões- uma envolvendo o programa Muito + e outra envolvendo a Rede Record. Naquela ocasião não pude deixar de observar diferentes tratamentos dado a uma personlidade conforme o que se falou entrou em consonância e dissonância com a opinião do CENAABERTA.

Nessa semana tivemos um repeteco e não pude deixar de notar duas coisinhas que me chamaram a atenção:

1- Reportagem do programa Muito + forçando a barra pra entrevistar a cantora Vanusa que se encontra internada

2-Daniele Souza no programa Muito +

Como todo mundo deve saber, essa semana tivemos notícias que a produção do programa da Galisteu enfiou o pé na jaca, mandou pro espaço os escrúpulos e adentrou um hospital onde se encontra internada a cantora Vanusa, se recuperando de uma depressão. A estrovenga envolveu até o uso de um expediente mentiroso para que a produção conseguisse seu intuito. Disseram ter autorização dos filhos de Vanusa para a realização da tal entrevista. Não passou muito tempo e, através do Twitter e nota enviada à Band, os meninos revoltados pela saia justa criada, protestaram contra a emissora. Notem bem, aqui temos um caso interessante que se acontecesse na Sonia Abrão ou na Record, seria alvo de gritaria enorme por parte do CENAABERTA. Demorei pra desenvolver essa pauta porque conhecendo o CENA como conheço, certamente viria bomba por aí. Não veio. não foi escrito uma mísera linha sobre isso e o que vimos foi um silêncio ensurdecedor. Aqui estamos trabalhando com o visível uso do “um peso, duas medidas”.

UM PESO, DUAS MEDIDAS

Imagina a Cena: ex-funcionário da Globo vai em programa e mete o pau em emissora. Há muito que tenho visto, cá e acolá, críticas do CENAABERTA sobre funcionários que saem da Globo e critica a  empresa. Submetidos a termos como “despeitados” e “antiéticos” , assim o pau comia. Voltando ao assunto.

Essa semana Daniele Souza participou de uma entrevista no programa Muito +. Lá ela falou o que lhe deu na telha, desceu o pau no seu antigo diretor e na sua antiga emissora. Denunciou que sofria pressão do diretor ( resta saber qual artista não sofre), mandou bala na FAZENDA, disse que achava (atenção ao achava) que tudo aquilo era combinado e que, naquela edição, estava certo que o Dado Dolabella venceria. Bem, alguém dizer que acha que um reality é combinado,convenhamos é uma das coisas mais triviais que existe. Inclusive eu acho sim, que os realitys são combinados. Achar, eu acho, tu achas, eles acham… e por aí vai. Daí em tomar isso como verdade universal tem que percorrer longa distância. Mas acho que já estou saindo um pouco do foco.

Meu foco aqui diz respeito tão somente a evidente maneira como o CENAABERTA trata iguais como diferentes tendo como pano de fundo uma notável paixão e ódio.

LAVANDERIA

Tem me chamado a atenção o foco que esse programa da Galisteu tem tomado. Não tenho nada contra a Galisteu, acho ela uma ótima apresentadora. A crítica aqui é tão somente ao programa que ela apresenta. Tem, assim como seus semelhantes, procurado a audiência através da polêmica. Então tivemos por lá uma Cris Flores lavando roupa suja numa pendenga envolvendo a apresentadora Ana Hickman e seu marido; tivemos um Datena falando mal da Record; tivemos uma produção apelando por meios antiéticos na busca por uma entrevista com uma pessoa doente e, recentemente, outra pendenga envolvendo uma ex-repórter da Record, seu ex-diretor e a própria Record. Ao meu ver Adriane Galisteu é “muito mais” que uma apresentadora escada para o exercício da lavanderia em tela.

PRA ENCERRAR

Por último e pra encerrar, antes de enviar esse texto para o Endrigo vejo que foi publicado mais um post sobre esse imbróglio. Estou estupefato como o site se transformou e mudou sua visão de mundo. Então se bate palmas para uma apresentadora que usa uma emissora de tv pra lavar roupa suja proveniente do Twitter.

Quem te viu, quem te vê!

Um abraço e até a próxima.

por Ary Nunes



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *