O Astro: Uma tremenda novela que celebra o segmento e a boa fase da TV Globo

16 de julho de 2011 0 Por Endrigo Annyston

Poderia começar esse texto dizendo que O Astro é a melhor estreia da TV Globo em anos. Poderia, caso isso tivesse acontecido em 2010.

Neste ano a emissora acertou em um segmento em que é a grande produtora do mundo mas que estava errando, e feio, nos últimos tempos.

A questão é que exatamente no ano em que as telenovelas comemoram 60 anos no Brasil a Rede Globo resolveu celebrar a data com o pra lá de anunciado e aguardado remake de O Astro, um grande sucesso de Janete Clair.

Nos últimos meses só se falava em O Astro, o que aumentou ainda mais as expectativas para a estreia, que aconteceu nessa semana.

E a sensação é que os motivos para celebrar não faltam.

Os 60 anos de novelas e a Globo acertando novamente? O resultado é que nós, telespectadores, saímos ganhando.

Uma trama envolvente, com uma pegada sensacional. Tem ritmo, conteúdo, trilha sonora impecável e um elenco fora de série.

Dentre todos, destaco Carolina Ferraz, não por ser a melhor, mas Carolina tem algo que é inexplicável. É linda, talentosa, charmosa e, gente… as cenas dela com o Rodrigo Lombardi embaladas pela delícia que é Easy… uau!

Logo na estreia O Astro causou alvoroço pelas cenas de nudez de Tiago Fragoso e Lombardi. Fosse qualquer novelinha como Amor & Revolução que usa artifícios como esse por audiência, merecia uma crítica. Mas O Astro é tudo, menos qualquer coisa.

É um acerto da Globo, um presente de encher os olhos e algo que, realmente, no Brasil, só a poderosa poderia fazer tamanha é a grandiosidade.

Ah, e é um sucesso. 28 pontos às 23h? Há quanto tempo a Globo não sabe o que é isso?

Tomara que se animem, de início foi estranha a ideia de novelas às 23h, mas, depois de O Astro… já imaginaram poder conferir novas versões de grandes sucessos? Tô animado!

“Easy…. I´m easy like sunday morning….!”