O dia que minha mãe virou crítica de TV

4 de julho de 2010 0 Por Endrigo Annyston
Sério, minha mãe passou a semana inteira perguntando que dia passava o seriado Separação.
Depois, na sexta, questionava que horas iria começar, pois o Globo Repórter parecia não acabar mais.
Após o episódio ela diz: sem a menor graça, hein?
Pois é, disse isso por aqui semana passada: há alguns episódios Separação não diverte.
O último foi aquele da sauna.
Depois… bem, depois parece que Alexandre Machado e Fernanda Young perderam a mão.
A continuar assim terei que parar de comparar essa produção com Os Normais, que manteve o ritmo em todas as exibições.
Pena.