O Ibope e a hipocrisia de alguns

24 de setembro de 2012 0 Por Endrigo Annyston

Estava lendo matéria da Folha sobre os 70 anos do Instituto Ibope. E me deparei com Carlos Augusto Montenegro rebatendo as críticas de Datena e da Record, famosas na TV.

Vale fazer barulho em cima:

“Os ataques são naturais. O Datena, por exemplo, é milionário por causa do Ibope. Ele troca de TV por causa dos nossos dados. As pessoas o querem porque ele é capaz, profissional e dá audiência. Só que ele acha, às vezes, que não marca quatro pontos, que tem cinco ou mais. Aí, fala mal do Ibope, de mim. Eu não posso fazer nada.”

“A Record, quando os números são bons para ela, elogia. Aliás, nós temos uma série de anúncios publicitários em que o canal diz que está em primeiro lugar, com a novela tal, com o programa tal. Quando ela não está bem, nos ataca”

Hipocrisia define, né?

O comentário de Montenegro não demanda maiores divagações, ele disse tudo. Enquanto estão bombando, tá tudo lindo e maravilho.

A audiência caiu, já era! O instituto é uma farsa.

Dois pesos, duas medidas.