O lado bom da vida faz “discutir a relação”

Após muitos comentários elogiosos, resolvi assistir O lado bom da vida.

Novamente um filme sobre o amor, mas, felizmente, com uma pegada um pouquinho diferente do habitual.

Diferente a ponto de fazer pensar.

Quantas vezes vemos num relacionamento a nossa felicidade? Sabe aquilo de “não sei mais viver sem fulano”? Se você nunca pensou ou disse algo assim, certamente conhece quem o fez. E os exemplos devem ser muitos.

As vezes a pessoa está numa relação totalmente errada, está extremamente óbvia sua infelicidade e, ainda assim, acredita que depende daquilo pra ser alguém, é sua “razão de viver”.

E o tal lado bom da vida, certamente, é realmente olhar para o lado e enxergar um horizonte, descobrir que existem possibilidades. As vezes fechamos os olhos, como o personagem central,  mas é preciso saber diferenciar felicidade de dependência.

Assim, o final do longa é bem óbvio, ainda assim, muito bonito.

É uma lição que podemos levar pra nossa vida. Dá uma boa “DR”, interior.

Super recomendo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *