O vai e vem cansativo de #InsensatoCoracao

23 de fevereiro de 2011 0 Por Endrigo Annyston

Acho que Insensato Coração é uma novela 50%.

Como é isso? Funciona na mesma proporção em que não está acontecendo.

Acho que diversos núcleos poderiam ou sumir ou perder espaço. Exemplo: aquela menina Leila. A atriz é ruim e a personagem é sem sal, ou seja, não há justificativa para o espaço que ela ocupa no folhetim.

O personagem do Eriberto Leão também é dispensável, primeiro porque ele não é bom ator e segundo porque acabamos de sair do drama de Luciana. Bora virar o disco, né? Ele não podia ter tipo ficado manco, ter perdido uma orelha ou qualquer outra coisa no acidente?

Também já me enjoei de Bete Mendes fazendo a boazinha e de Maria Clara Gueiros sempre bancando a Marcia. São coisas que não funcionam.

De outro lado Deborah Secco, Rosi Campos, Ana Lucia Torre e Deborah Evelyn roubam qualquer cena em que apareçam.

Mas ainda assim fica a dúvida: porque ter Natália Timberg e Louise Cardoso em um elenco se não são aproveitadas?

Acredito, portanto, que é justificável IC ter menos audiência que Tititi, afinal, a novela de Maria Adelaide Amaral é popular enquanto a outra até tenta, mas ainda não aconteceu.