Odete, Beatriz e o abraço

22 de novembro de 2010 0 Por Endrigo Annyston
Tinha me esquecido de escrever sobre isso. Outro dia li uma excelente entrevista de Beatriz Segal para o jornalista James Cimino na Folha.
Na ocasião, ela disse que tira fotos com os fãs mas que não gosta de ser abraçada por eles. Isso gerou polêmica, muitas foram as críticas.
Eu acho que ela está certa, é uma “falsa amizade”, algo que não existe.
Sim, são artistas, as pessoas gostam deles mas… 
Quem gosta de ser abordado por qualquer um na rua? Eu não gosto.
Não quero ser abraçado por uma pessoa que não conheço e não tenho intimidades. É desconfortável.
Fora que no caso dos famosos existe quem passe dos limites – muitos – e se jogam no artista, beijam, passam a mão, gritam… ou seja, sequer sabem se comportar.
Sou da opinião de que o trabalho é pra ser mostrado no palco, seja cantando ou atuando.
Ser simpático fora de cena depende e muito da situação e do comportamento de quem exige atenção.
Além do mais, ninguém está a fim de sorrir todos os dias e todos tempos nosso momento de TPM.
Não dá pra comprar simpatia quando você mesmo tem um rei na barriga, né?
Mas um oizinho, um autógrafo e uma fotinha básica é “passável”.