Parenthood: Final emocionante, mas teve um erro na produção (season finale 3)

Eu esqueci de comentar o episódio anterior. Após assistir, tinha pensado em colocar como título: “season finale?”. Parecia.

E não sabia que o final de temporada chegaria no seguinte. Cedo, não?

Não achei esse último com uma boa cara, só engrenou mesmo lá pela metade com o fuá entre Crosby e Adam. E esse Crosby tá cada vez mais irritante.

De qualquer forma, foi bonito os irmãos fazendo as pazes, da mesma forma o desfecho que Amber deu ao seu relacionamento (ah tá que não vão dar uns pegas!).

Desmanchei mesmo quando Mark apareceu. Mas será que é definitivo?

Li que queriam Jason Ritter numa outra série, “dele”. É tentador, né?

Me lembra aquela bitch que deixou Brothers & Sisters pra fazer Revenge. O fim de B&S começou ali.

Tomara que ele não saia, gosto de Sarah com ele.

Gente, quem mais ficou com cara de pastel tanto quanto Julia e Joe com  a chegada do filho… tipo na mesma idade da filha que eles já tem?

Toda uma cara de que não vai prestar, né? Ainda mais com mãe bandida… #omg

Quem mais riu da sequência sexual do Drew?

E qual o erro na produção?

A temporada chegou ao fim e se esqueceram que Haddie existe.

Eu jurava que Alex ainda voltaria e eles ficaram juntos, mas não deu mais sinal de vida, uma pena.

Sem o par romântico a menina basicamente só apareceu nas lamentações dos pais por ir pra faculdade, ou pra dedurar Amber, nada além disso.

Num balanço final, entretanto, dá pra dizer que Parenthood cresceu muito nesse terceiro ano. Tanto que virou a substituta perfeita para quem ama B&S.

Que venha mais!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*