Parenthood: Quem não se colocou no lugar de Sarah? (3×08)

16 de novembro de 2011 0 Por Endrigo Annyston

Acho que é mais fácil apontar o dedo na cara de Sarah, como faz Zeek, do que se colocar no lugar dela e tentar entender o que se passa com essa mulher.

Quantas vezes estivemos em um relacionamento e pensamos “poxa, se essa pessoa fosse assim ou mudasse só um pouquinho, seria bem melhor”. Temos essa mania de sonhar com histórias de contos de fada ou sei lá como definir e, portanto, temos dificuldade em aceitar as pessoas como elas são.

Temos um ideal de perfeição e, aparentemente, estamos sempre insatisfeitos e buscamos por ele.

E aí que Sarah sempre sonhou que Seth fosse do jeitinho que ela imaginou e, mesmo com tudo o que ele aprontou todos esses anos, tornando a vida dela ainda mais complicada do que sempre foi, Sarah sonhava torná-lo um homem melhor, aproximá-lo dos filhos e… bem, ter a família que sempre quis.

Seth estava em reabilitação. Em todas as vezes que Sarah o visitava, mesmo que discretamente, ele jogava um charminho, até pediu para que ela ficasse uma noite. Depois se beijaram e sempre insistia nesse lance de família.

Foi mexendo com ela, era um sonho se realizando, não?

Mas justo agora que ela estava bem com Mark?

Também sabemos que pra gente se iludir são dois palitos, né? Achamos que é uma coisa e acreditamos nisso, só quem tá de fora percebe a meleca.

E eis que… Amber cortou o mal pela raiz.

Gostei da atitude dela, mesmo invasiva. Acho que Seth não pode apenas dizer que quer mudar, ele tem que mudar e provar que mudou.

Fazer Sarah sofrer tudo de novo por uma ilusão? Não, né?

Acredito, no entanto, que devem terminar juntos.

Que ele faça valer a pena!