Passione não tem o mesmo ritmo de Viver a Vida

Não concordo que Passione tem o mesmo ritmo de Viver a Vida. Em Viver a Vida, um batizado irrelevante demorava três capítulos para acontecer, sem mencionar o fato de que o Manoel Carlos não tinha mais ideias para colocar na novela.
Em Passione nota-se que o que não falta é ideia para continuidade na história. Acredito que o autor agora prefira finalizar algumas situações antes de dar continuidade a outras.
* da internauta Mônica Monte de Souza


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *