“Pecado Mortal” foi a única prejudicada com estratégia errada da Record

A Record estreou na última segunda-feira (3) uma grade de programação equivocada, colocando “Pecado Mortal”, cambaleante, para bater de frente com “Em Família”, nova novela das nove da Globo.
Em comparação com a semana anterior, “Pecado” elevou em 1 ponto a audiência do horário, ou seja, a Record observa ganho de público. A superprodução, no entanto, perde quase que o mesmo índice em relação à faixa das 22h, 0,7 ponto.
Ou seja, a Record ganhou de um lado e perdeu de outro. Enquanto isso, “Breaking Bad” manteve exatamente o mesmo resultado da semana anterior, com 3,7 pontos (4), e a novata “Era Uma Vez” soma média de 5 pontos, 0,4 a menos que “Pecado”. Já a minissérie “Milagres de Jesus” saltou de 7,8 para 8,8 pontos, ou seja, também com 1 ponto a mais.
Em tese, a história escrita por Carlos Lombardi não será afetada, já que está em baixa e deve manter os resultados desanimadores que “CSI” vinha conquistando no horário, entretanto, “Vitória”, de Cristianne Fridman, tende a pegar “Em Família” embalada, quando estrear em abril ou maio.
A coluna insiste no que havia dito quando a nova grade foi anunciada: o certo seria apostar numa atração mais forte na faixa das nove, como uma reprise de “A Escrava Isaura”, que poderia entregar em melhores condições para a trama de Lombardi. Ainda mais levando em conta que a Record, descontando as noites de quarta, não tem um produto forte em sua linha de shows.
Enquanto isso, a baixa do canal já resultou em Patrícia Abravanel tirando sarro da concorrente em uma rede social e em recorde de audiência do “Roda Viva”, na última segunda.
A aposta é: a grade atual dura até quando?


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *