Pouca prática e falta de respeito

1 de maio de 2010 21 Por Endrigo Annyston

Nessa semana, vimos várias emissoras se orgulharem na mídia ao falar que mais uma vez vão mudar tudo de horário. O telespectador que se vire para assistir a novela infanto-juvenil que passava no horário nobre e que agora passa a ser exibida de manhã, ou do programa que era para passar às 23 horas e só começa por volta da meia-noite.

O exemplo do SBT é tão lendário que outras emissoras estão seguindo o mesmo exemplo, como Band e Record. E o pior é que o exemplo é negativo, pra não dizer que essa tática é uma cagada.

Como uma rede de televisão pretende fidelizar seu público sem que o principal esteja estabelecido?

E a questão é exatamente essa: hoje o telespectador não aceita mais ser feito de bobo, existem opções, as chamadas emissoras “pouca prática” é que ainda não perceberam que para se manter em um patamar confortável no ranking de audiência terão de fazer por merecer.

Portanto, se o olhar do telespectador mudou, seria a hora de, finalmente, as emissoras mudarem também? É o momento de pararem de confundir a famosa frase de que “TV é costume” com estrume.

* Alguns tópicos dos artigos originais publicados no cenaaberta.com e escritos pelos jornalistas Wander Veroni, Manu Najjar e Endrigo Annyston.