Pretty Little Liars: Será que eu desisto? (1×10)

O décimo episódio da temporada de Pretty Little Liars foi o último antes de a produção entrar em “férias” e eu achei fraco, bem fraco. No nível daqueles chatinhos antes ganhar um upgrade a partir do seis.

O gancho ficou por conta do atropelamento de Hannah e isso pode ser um artifício para segurar a atenção para os próximos acontecimentos. Teria Hannah morrido ou não?

Acho que seria coisa “de gênio” matar a personagem mais bacana e com o maior número de conflitos da série. Caso isso se confirme, eu desisto – leve em conta que eu já penso em fazer isso porque a impressão que tenho é a de que sim, PLL virou mais uma série boboca sobre adolescentes.

E a coisa estava tão fácil que quando Ian entrou na casa de Melissa para conversar com ela sem pedir permissão eu já senti que havia algo errado com ele e, quando falaram que ele era mais velho que Spencer – por ela ter se envolvido com o namorado da irmã – e no video dizerem que quem matou Alisson também era mais velho… bem, chato esse negócio de você desvendar o mistério antes de ele ir ao ar. Cadê o fator surpresa?

Isso joga contra a impressão que eu tive no início, que era a de uma produção inteligente, cheia de mistérios e qualidades suficientes para manter a atenção. Acho que não é bem por aí.

E isso surpreende? Não, tem muito roteirista por aí com boas ideias. Conseguem colocar a produção no ar e, bem, depois, não sabem o que fazer com ela.

Muitos fãs de Lost podem servir como testemunhas disso – e nesse caso eu pulei do barco antes de afundar. Devo fazer o mesmo com Pretty Little Liars? Provavelmente, esperarei ao menos pelo desfecho da história de Hannah.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *