Primeira Página: Dalva & Herivelto é uma das melhores produções da TV

Atendendo a pedidos falarei sobre Dalva e Herivelto!

Fiquei curioso por essa minissérie desde as chamadas, entretanto, quando vi o primeiro capítulo achei que as chamadas estavam superiores ao que era apresentado. Senti problemas na escalação do elenco e as dublagens nos musicais estavam terríveis!

No segundo capítulo notei uma evolução muito grande e um alívio pois imaginava que, por conta do que vi no dia anterior, a produção poderia ser uma decepção.

O auge veio na quarta-feira. Adriana Esteves foi vestindo a personagem aos poucos, e, em determinado momento, ela era Dalva. Eu não conseguia mais visualizar a atriz e sim a personagem.

O pessoal da caracterização caprichou!

Ao fim do terceiro capítulo ficou um gostinho de quero mais, assim como no quarto.

Nesse meio tempo os musicais já estavam convencendo e a minissérie tinha me envolvido. Foi aos poucos, sem o amor a primeira vista que rolou com Maysa.

Terminou de forma emocionante. Dalva esperando por seu amor que não vinha, após um sonho arrebatador, ouvindo o filho cantar bem próximo ao seu ouvido, enquanto ia deixando a vida. Um dos momentos mais lindos da TV nacional!

Se optarmos por comentar sem comparar com outros produtos, diria que Dalva & Herivelto é uma das coisas mais maravilhosas já exibidas. Se compararmos, digo que perde para Maysa, que foi uma minissérie redonda.

No entanto, entra para o meu hall de produções inesquecíveis: Dalva & Herivelto, Maysa, Os Maias, JK e Hoje é Dia de Maria.

Alguém me dá o DVD de presente? Olha lá, meu aniversário é dia 20 agora…

Abaixo um dos momentos mais bonitos da minissérie, Dalva canta com o filho Pery:

22 thoughts on “Primeira Página: Dalva & Herivelto é uma das melhores produções da TV

  1. Muito bom começar o ano com uma produção de qualidade e melhor ainda, que fez um razoável sucesso com o público. Já havia comentado sobre a minissérie aqui no Cena Aberta durante sua exibição e para não me tornar repetitivo, quero simplesmente analisar o fato de que desta vez, a GLOBO deu o devido respeito à uma minissérie, todos os capítulos começando no mesmo horário, fato raro, pois sofri para acompanhar SOM E FÚRIA, CAPITÚ e várias outras.
    AGUINALDO SILVA reclamou com razão, se sua CINQUENTINHA tivesse o mesmo cuidado pela GLOBO, teria sido um sucesso maior.
    ANDRE ABC

  2. Oi Endrigo!

    Pra falara a verdade, eu gostei mais de "Dalva e Herivelton", do que de "Maysa". Não sei se é pq estou com birra do Manoel Carlos, mas o texto de "Dalva", na minha opinião, foi mais inteligente e atendendo o perfil de uma mini-série, que é trabalhar com ordens temporais distintas, sem que o telespectador se perca.

    Manoel Carlos é bom só para fazer diálogos. Desde que iniciou a parceria com o Jayme Monjardim ele tem colocado aquele excesso de clips de paisagem e arrastando as tramas – o que me incomoda como telespectador. Texto de novela/mini-série tem que ser um pouco mais dinâmico.

    Pela primeira vez – sem querer ser crítico demais, mas já sendo, vi uma produção brasileira com um roteiro bem feito, de uma inteligência e de pesquisa que é digno de um prêmio. Além disso, a qualidade de imagem de "Dalva" impressiona, prende. Bem como a figuração dos personagens.

    Em nenhum momento lembrei da Celinha, de Adriana Esteves. Vi a Dalva desde o primeiro capítulo. Boa atriz é assim: mesmo com um personagem tão recente, o público consegue separar um do outro.

    Tava com saudade de ler as suas críticas sobre TV!

    Abraço,

    http://cafecomnoticias.blogspot.com

  3. Dalva e Herivelto foi mesmo um presente para começar o ano…Pena que foi muito rapido… se tivesse mais alguns capitulos certamente os atores e direção teriam muito mais a mostrar…

  4. Adriana Esteves foi fenomenal. Bem, concordo que o primeiro capítulo não foi espetacular. Porém a criação da Dalva de Oliveira foi arrebatadora…A miniséire valeria só pela interpretação de Adriana. Mas dificil apontar algo que no foi lindo…E apesar de ter amadao Maysa, para mim as duas produções empatam.
    Adorei os exageros de Fafy Siquerira interpretando a incopiavél Dercy Gonçalves. E fabio Assunção deu a volta por cima com muita humanidade numa interpretação muito digna.

  5. Oi Endrigo!
    pra mim tambem, Dalva & Herivelto já é a melhor do ano assim com a Maisa foi o ano passado que foi todo dela, esse ano não tem pra ninguem, acho muito dificil a TV brasileira conseguir fazer uma coisa mais linda que essa esse ano!

  6. O legal dessas minisséries biográficas é que dá vontade de conhecer também a vida de outros artistas que giravam em torno das figuras centrais. Em “Dalva e Herivelto”, fiquei curiosa sobre as vidas de Dercy Gonçalves, Francisco Alves e Emilinha Borba.

    Outra coisa também legal é apresentar esses artistas e sua época às novas gerações. Minha filha de 18 anos já ouvira o nome Dalva de Oliveira, mas nunca soube nada sobre ela. Ficou surpresa em reconhecer algumas músicas antigas sendo cantadas por ela. Acho que Dalva ganhou uma fã…
    Nina

  7. Sabe que ainda nem assisti. Estava com ansiedade, mas quando fiquei sabendo que era de apenas 5 episódios me decepcionei. Totalmente. E então pensei: "depois vejo no Glbo Mídia". E nessa estou até hoje sem ver. Acho uma falta de respeito colocar algo tão micro assim, "Maysa", "Som & Fúria" e "Cinquentinhas" já foram ótimas e deixaram muitas saudades e ai me inventam de fazer algo ainda menor. Ahhhh, vão pro inferno, não era o que esperava da Globo.

  8. Concordo com vc, para mim o primeiro capítulo deixou a desejar, mas dessa vez o ditado "a primeira impressão é a que fica" não se aplicou. Na minha modesta opinião, estou de acordo com Wander, dalva e herivelto superou Maysa! Primorosa pesquisa histórica, figurinos impecáveis e atuações quase perfeitas!
    Minha monografia no curso de história foi sobre a situação feminina nas décadas de 40 e 50, e vi que a microsérie tratou o assunto perfeitamente, com todas as nuances! Parabéns a toda a equipe!

  9. Dalva e Herivelto não foi superior a Maísa e acho que todo o apelo que a minissérie teve inicialmente foi pelo fato de termos dois nomes muito conhecidos dando vida aos protagonistas. Porém, aconteceu bem como o texto falou mesmo… Engatinhou, se pôs de pé, aqueceu, deu aquela corridinha e depois disparou. Fábio Assunção esteve em sua melhor atuação (ao menos a mais madura). Já Adriana que é queridíssima, mas sempre lembrada pelas suas personagens loucas (Sandrinha, Amelinha, Celinha) tem agora uma credencial de ouro em seu currículo. D&H é o tipo de obra que só mesmo a TV Globo sabe fazer. Agora a pergunta que não quer calar: Quando Adriana volta as novelas?

    Filippe Pye

  10. A minissérie Maysa estreiou um novo formato de minisséries ao meu ver, como um "Por Toda a Minha Vida" mais caprichado. Foi aprovado sem dúvida, principalmente depois de Dalva e Herivelto, que particularmente gostei mais do que Maysa. Foi muito bom ver Adriana Estevez que adoro, juntamente com Fábio Assunção, depois de toda aquela polêmica, darem show de interpretação. Além deles, Leona Cavalli e Fafy Siqueira também brilharam. Simplesmente nota 10.

  11. Endrigo,aconteceu a mesma coisa comigo.Me apaixonei aos poucos.No primeiro capítulo me senti até enganado,esperava mais.A partir do segunda,me envolvi de um jeito…Tô vendo todo mundo rasgar elogios a Adriana Esteves,que realmente esteve linda e eimpecável,mas quem merece todo reconhecimento do mundo é Fábio Assunção.Esteve ótimo e mais que convenceu como Herivelto Martins.É ótimo vê artista desse nível dando a volta por cima e provando ter talento.Em suma,a minissérie foi realmente espetacular,maravilhosa.Acredito em mais uma indicação ao Emmy,e,quem sabe,uma vitória.Agradeço mais uma vez a Globo por mais esse presente de início de ano.E que venha janeiro de 2011!

    L.

  12. Foi um maravilhoso presente de começo de ano, e dentro de um horário bom de assistir. Todos maravilhosos em suas interpretações. Parabéns!!!

  13. Bem lembrado Lucille! A Leona de boca fechada já é uma grande atriz. Tinha pulado esse detalhe, pois foi a única coisa que eu gostei no primeiro dia!

  14. Gostei muito. Desde o elenco, roteiro, horário que foi ao ar, e até de fato de ter sido em 5 capítulos. Acho que assim, não houve enrolacão, o que interessava contar, foi mostrado de uma forma bonita de se assistir, mostrando muito mais a carreira dos dois, a era do rádio etc.Foi muito bom, todos estão de parabéns, mas tiro meu chapéu para Adriana Esteves e Fabio Assunção, que foram brilhantes.

  15. Dalva e Herivelto foi uma mega produção brasileira, na minha opinião uma pequena obra prima, entrou na minha lista, logo atrás de JK e Maysa!

    Impecável! parabéns a Globo mais uma vez nos proporcionou esse lindo trabalho!

  16. Uma otima minisserie , não sinto vontade de comparar ela com outras produçoes , porque essa foi a 1 de 2010 , e alias um capricho de direçao , atuaçao , iluminaçao tudo de bom a hostoria da vida desses 2 cantores de radio "Dalva e Herivelto uma cançao de amor".

  17. Não vi a microssérie, estou em férias e meio preguiçosa. Mas quero deixar aqui minha alegria por todos vocês estarem de volta ao CENA. Que bom gente, o blog ta movimentadissimo e o nosso Endrigo… lindo rsrsrsrsrs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *