Primeira Página: Qual será o futuro das telenovelas?

4 de junho de 2010 0 Por Endrigo Annyston

Assisti ontem a reprise do Arquivo N especial 45 anos de TV Globo sobre as telenovelas e depois fiquei pensando.

Tenho 25 anos e a maioria das novelas exibidas nesse programa eu conheço apenas de nome, porém, todas elas sempre tão comentadas pelas pessoas que por uma vida inteira tive vontade de assistir.

Algumas vi em remake, mas ainda assim sempre fica a curiosidade por poder conferir a original, ver uma versão que realmente tem um “selo Janete Clair de qualidade”, por exemplo.

A Globo jamais irá reprisar a primeira versão de Escrava Isaura e tenho dúvidas de que o Viva o faça.

Mas o que quero falar, na verdade, é que ao ver tantas boas telenovelas sendo relembradas parei pra pensar: quantas tão boas e tão inesquecíveis quanto aquelas temos na atualidade?

A maioria é esquecida assim que aparece a palavra “fim”.

Nossos novelistas perderam a criatividade em algum lugar do passado?

Eu, por exemplo, não vejo uma novela realmente empolgante desde A Favorita. É bom nem tentar lembrar qual a última, antes dessa, que “me fez sentir”.

Anualmente temos tantas novelas no ar na Globo, Record e SBT, mas de que adianta tanto se ao final das contas não significam nada? As vezes o pouco, porém bem feito, é mais útil.