Primeiro capítulo de Amor à Vida lembra outra trama de Walcyr

Iniciada na noite de ontem, dia 20 de maio de 2013, a novela “Amor à vida” de Walcyr Carrasco leva para o horário das 21 horas grande parte da atmosfera que fez do autor um sucesso no horário das 18 horas. Sem desmerecer seu trabalho nos horários das 19 e 23 horas, o roteiro da nova trama se aproxima muito das obras do horário em que o autor é mestre.

Narrando a história de Paloma, uma jovem que tem problemas de relacionamento com a mãe, que se apaixona e dá a luz à uma criança que é tirada dela. O clima envolvente das cenas iniciais com direito a belas fotografias deixou claro a leveza e o tradicionalismo do enredo principal. Li muitas piadas na rede com relação aos acontecimentos ágeis do primeiro capítulo, mas lembrem-se: Num 2005 não muito distante Walcyr também usou a mesma fórmula na estréia de “Alma Gêmea”, onde Luna e Rafael, se conheceram, se apaixonaram, tiveram um filho e Luna morreu (tudo no primeiro capítulo). A fórmula é a mesma, inclusive quando levamos em conta que o par romântico de Rafael não era Luna, e sim Serena, da mesma forma como Ninho não é o par romântico de Paloma e sim, Bruno.

Os personagens foram bem delimitados pelo texto e direção de Mauro Mendonça Filho não deixando margem para surpresas, apostas dúbias de personalidade ou mesmo profundidade (o que ainda é cedo pra dizer), mas todos os elementos clássicos de folhetim foram apresentados tal qual um conto de fadas: o herói, a mocinha, o vilão, a megera – da forma mais simples e clássica. Faz parte do estilo do autor, mas com isso os diálogos sofrem de uma teatralização que podem lembrar as tramas mexicanas.

O primeiro capítulo contendo 100 minutos foi podado pela Globo que deixou ir ao ar apenas 78 minutos onde somente o núcleo central foi devidamente apresentado. Palmas para as escolhas das locações em Machu Pichu e tomadas em São Paulo, cidade que vem sendo utilizada como localização para as novelas recentes da emissora. Como a audiência das novelas globais em São Paulo tem estado baixa, pode ser uma saída viável fazer com que o público da cidade se volte para a tela ao acompanhar uma história que se passa em sua própria cidade, lembrando ainda que vem de lá o maior mercado publicitário do país, indiretamente responsável pela viabilização da novela, e seus lucros futuros. Se a novela será sucesso ainda é cedo para dizer, mas com certeza nesse primeiro capítulo o público já se sente mais conquistado do que estava com sua antecessora “Salve Jorge”.

* João Paulo D. Reis (@joaopaulodreis)



1 comentário em “Primeiro capítulo de Amor à Vida lembra outra trama de Walcyr”

  1. tb lembrei de Alma Gêmea onde uma trama se construiu e se destruiu no mesmo capitulo no caso da trama das 18h o amor de Luna e Rafael que se conlheceram e se casaram e ela morreu em um mesmo capitulo.
    Pois bem o amor de Paloma e Ninho pra mim já nasceu e morreu em um mesmo capitulo e tb o roubo da criança e o Bruno que perdeu mulher e filho e achou a bebê

    outra coisa que acho parecido com Alma Gêmea foi o Felix foi um vilão meio Cristina arquitetando maldade na Igreja.
    gostei demais da novela
    ass.Cláudia Taissa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *